Va­ci­na­ção em bai­xa

Folha de Londrina - - Opinião -

OB­ra­sil vi­ve a pi­or co­ber­tu­ra va­ci­nal dos úl­ti­mos 10 anos e o pro­ble­ma não está na pres­ta­ção do ser­vi­ço pe­la saú­de pú­bli­ca, mas no de­sin­te­res­se da po­pu­la­ção. Há va­ci­nas, mas o pú­bli­co não pro­cu­ra pe­lo pro­du­to nas uni­da­des bá­si­cas. O te­ma é tra­ta­do na edi­ção des­ta sex­ta-fei­ra (15) pe­la FOLHA. A re­por­ta­gem mos­tra que uma cam­pa­nha de mul­ti­va­ci­na­ção lan­ça­da nes­ta se­ma­na pe­lo Mi­nis­té­rio da Saú­de, vol­ta­da pa­ra cri­an­ças e ado­les­cen­tes de até 15 anos, é uma ten­ta­ti­va de re­ver­ter o de­sin­te­res­se das fa­mí­li­as pa­ra a imunização. Pe­las con­tas da pas­ta, 53% do pú­bli­co es­pe­ra­do pa­ra ir aos pos­tos es­te ano já de­ve­ria es­tar co­mo o ca­len­dá­rio com­ple­to, mas não está. A con­sequên­cia é que ao lon­go do tempo es­se fenô­me­no pro­vo­ca um au­men­to sig­ni­fi­ca­ti­vo da po­pu­la­ção vul­ne­rá­vel, tor­nan­do mais for­te o ris­co de epi­de­mi­as. A cam­pa­nha vai até o dia 22 de se­tem­bro e no sá­ba­do (16) se­rá fei­to em to­do o país o Dia D, quan­do pos­tos fi­xos e vo­lan­tes es­ta­rão aber­tos pa­ra atu­a­li­zar a car­tei­ra va­ci­nal. Ao to­do, se­rão dis­po­ni­bi­li­za­das 15 va­ci­nas. O mi­nis­té­rio en­vi­ou aos pos­tos 143,9 mi­lhões de do­ses de va­ci­na de ro­ti­na e mais 14,8 mi­lhões de do­ses ex­tras. Es­pe­ci­a­lis­tas ou­vi­dos pe­la FOLHA le­van­ta­ram al­gu­mas hi­pó­te­ses pa­ra a bai­xa co­ber­tu­ra que se­ria con­sequên­cia de uma as­so­ci­a­ção de fa­to­res. O pró­prio su­ces­so das cam­pa­nhas an­te­ri­o­res, re­du­zin­do os ca­sos de vá­ri­as do­en­ças, aca­bou pro­vo­can­do um efei­to in­ver­so des­mo­bi­li­zan­do os pais, que não se pre­o­cu­pam em man­ter a car­tei­ra de va­ci­nas dos fi­lhos em dia. Con­tri­bui tam­bém pa­ra es­se ce­ná­rio a atu­a­ção do mo­vi­men­to de gru­pos con­trá­ri­os à va­ci­na­ção. As va­ci­nas são ar­mas mui­to efi­ci­en­tes pa­ra com­ba­ter as do­en­ças e vão mui­to além da pro­te­ção in­di­vi­du­al. Os pais pre­ci­sam se in­for­mar, de pre­fe­rên­cia com um mé­di­co, so­bre a ne­ces­si­da­de imunização e os ris­cos de não uti­li­zar o pro­du­to. Nes­se ca­so, a des­pre­o­cu­pa­ção ou a de­sin­for­ma­ção po­dem se trans­for­mar em um ris­co sé­rio à saú­de.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.