CO­NHE­CI­MEN­TOS GE­RAIS

En­tre as 60 ques­tões de Co­nhe­ci­men­tos Ge­rais, ha­via per­gun­tas so­bre a tra­gé­dia da bar­ra­gem de Ma­ri­a­na (MG) e fe­bre ama­re­la; can­di­da­tos con­si­de­ra­ram di­fí­ceis as ques­tões de ma­te­má­ti­ca

Folha de Londrina - - Primeira Página - Ma­ri­an Tri­guei­ros Pe­dro Mar­co­ni Re­por­ta­gem Lo­cal ge­ral@fo­lha­de­lon­dri­na.com.br

- Can­di­da­tos con­si­de­ra­ram as ques­tões de ma­te­má­ti­ca as gran­des vi­lãs da pri­mei­ra fa­se do ves­ti­bu­lar da UEL, que te­ve abs­ten­ção de 6,8%. Lis­ta de apro­va­dos sai em 17 de no­vem­bro e se­gun­da fa­se se­rá re­a­li­za­da no co­me­ço de de­zem­bro.

Apri­mei­ra fa­se do ves­ti­bu­lar da UEL (Uni­ver­si­da­de Es­ta­du­al de Lon­dri­na), re­a­li­za­da nes­se do­min­go (29), trans­cor­reu den­tro da nor­ma­li­da­de pre­vis­ta pe­la or­ga­ni­za­ção do con­cur­so. Se­gun­do a co­or­de­na­do­ra da Cops (Co­or­de­na­do­ria de Pro­ces­sos Se­le­ti­vos), Cris­ti­a­ne Me­di­na, do to­tal de 22.035 de ins­cri­tos, hou­ve abs­ten­ção de 6,8%, o equi­va­len­te a 1.499 pes­so­as. Um pou­co aci­ma do ano pas­sa­do, qu­an­do hou­ve um ín­di­ce de 6,22%, re­pre­sen­tan­do 1.428 ins­cri­tos. “Os nú­me­ros são re­fe­ren­tes a pes­so­as que não com­pa­re­ce­ram aos lo­cais de pro­va den­tro do ho­rá­rio pre­vis­to, se­ja por de­sis­tên­cia, atra­so ou qual­quer ou­tro pro­ble­ma.”

A pro­va de Co­nhe­ci­men­tos Ge­rais ti­nha 60 ques­tões ob­je­ti­vas das áre­as de Ar­tes, Bi­o­lo­gia, Fi­lo­so­fia, Fí­si­ca, Ge­o­gra­fia, His­tó­ria, Ma­te­má­ti­ca, Quí­mi­ca e So­ci­o­lo­gia com o te­ma “Vi­da e Mor­te”. “As ques­tões têm re­la­ção en­tre si, se­guin­do a mes­ma te­má­ti­ca.” O ga­ba­ri­to pro­vi­só­rio já es­tá dis­po­ní­vel no pró­prio si­te da Cops (www.cops.uel.br).

O re­sul­ta­do dos apro­va­dos na pri­mei­ra fa­se se­rá di­vul­ga­do em 17 de no­vem­bro e a se­gun­da fa­se se­rá re­a­li­za­da nos di­as 3, 4 e 5 de de­zem­bro com as pro­vas de Lín­guas e Li­te­ra­tu­ras, Lín­gua Es­tran­gei­ra e Re­da­ção; Co­nhe­ci­men­tos Es­pe­cí­fi­cos; e Ha­bi­li­da­des Es­pe­cí­fi­cas (Ar­qui­te­tu­ra e Ur­ba­nis­mo, Ar­tes Vi­su­ais, De­sign de Mo­da e De­sign Grá­fi­co).

Pa­ra os ves­ti­bu­lan­dos ou­vi­dos pe­la re­por­ta­gem da FO­LHA, a ma­te­má­ti­ca foi a gran­de vi­lã da pro­va. As per­gun­tas de fí­si­ca e quí­mi­ca tam­bém fo­ram apon­ta­das co­mo di­fí­ceis. “As ques­tões de ma­te­má­ti­ca vi­nham sem­pre com um tex­to e pos­te­ri­or­men­te as in­da­ga­ções. Is­so fez com que a res­pos­ta fos­se in­ter­pre­ta­ti­va e não so­men­te com a con­ta pa­ra bus­car o re­sul­ta­do”, con­tou Ja­que­li­ne Flo­ren­cio, 16 anos, mo­ra­do­ra de Vi­la Be­la da San­tís­si­ma Trin­da­de, no Ma­to Gros­so, que pres­tou ves­ti­bu­lar pa­ra Odon­to­lo­gia.

Nas ques­tões da área de hu­ma­nas, os fi­ló­so­fos Kant, Aris­tó­te­les e Max We­ber fo­ram ci­ta­dos. Já nas in­da­ga­ções so­bre atu­a­li­da­de, as per­gun­tas exi­gi­ram dos es­tu­dan­tes co­nhe­ci­men­to so­bre a tra­gé­dia da bar­ra­gem de Ma­ri­a­na (MG) e fe­bre ama­re­la. “Fiz pa­ra Di­rei­to e achei bem di­fí­cil as ques­tões. Es­pe­ro ir bem, mas não sei se se­rá o su­fi­ci­en­te”, re­co­nhe­ceu Jo­na­tas Nas­ci­men­to, 19.

O ves­ti­bu­lar da UEL não dei­xou so­men­te os es­tu­dan­tes an­si­o­sos, mas tam­bém os pais. Mui­tos per­ma­ne­ce­ram no cam­pus, aguar­dan­do o fim da pro­va. En­tre es­tas fa­mí­li­as, es­ta­va o ca­sal Fá­bio e Si­mo­ne Pe­res. De Ava­ré, no in­te­ri­or de São Pau­lo, eles trou­xe­ram a fi­lha, que ten­ta uma va­ga em Fi­si­o­te­ra­pia. “Saí­mos de lá du­ran­te a ma­dru­ga­da pa­ra con­se­guir­mos fa­zer os cer­ca de 280 quilô­me­tros a tem­po. Foi uma es­co­lha de­la e pre­ci­sa­mos dar to­do o apoio. É o pri­mei­ro ves­ti­bu­lar que ela faz e por is­so fi­ca­mos na tor­ci­da”, des­ta­ca­ram.

Pa­ra que não ocor­ra ne­nhu­ma frau­de, so­bre­tu­do ele­trô­ni­ca, du­ran­te a re­a­li­za­ção das pro­vas a Cops or­ga­ni­zou uma ver­da­dei­ra “ope­ra­ção de guer­ra”. Além do 2 mil pro­fis­si­o­nais en­vol­vi­dos na apli­ca­ção das pro­vas, co­mo agen­tes, fis­cais e mo­ni­to­res, ou­tros 160 se­gu­ran­ças mu­ni­dos de apa­re­lhos e 150 fis­cais com de­tec­to­res fo­ram es­pa­lha­dos nos 35 lo­cais de pro­va num to­tal de 361 sa­las.

ANO LE­TI­VO

Por con­ta das gre­ves que a UEL pas­sou nos úl­ti­mos três anos, o ca­len­dá­rio pas­sou por di­ver­sas adap­ta­ções a fim de com­por­tar to­do o con­teú­do pre­vis­to. O ano le­ti­vo 2017, que ini­ci­ou em abril des­te ano, se­gue até o dia 22 de de­zem­bro e os alu­nos re­to­mam as au­las no dia 7 de janeiro de 2018 pa­ra fi­na­li­zar o ca­len­dá­rio em 10 de fe­ve­rei­ro. O ano le­ti­vo de 2018 co­me­ça no dia 18 de mar­ço.

Ri­car­do Chi­ca­rel­li

Ri­car­do Chi­ca­rel­li

O te­ma cen­tral das ques­tões da pro­va de on­tem foi “Vi­da e Mor­te”; re­sul­ta­do da pri­mei­ra fa­se se­rá di­vul­ga­do em 17 de no­vem­bro

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.