Qua­dri­lha que pla­ne­ja­va frau­dar Enem 2017 é pre­sa em GO e no DF

Ope­ra­ção Por­ta Fechada foi de­fla­gra­da pa­ra evi­tar o su­ces­so da qua­dri­lha no exa­me des­te ano

Folha de Londrina - - Geral - Ge­ral@fo­lha­de­lon­dri­na.com.br Ma­rí­lia As­sun­ção Agên­cia Es­ta­do

Goi­â­nia - Uma ope­ra­ção con­jun­ta das Po­lí­ci­as Ci­vis de Goiás e do Dis­tri­to Fe­de­ral de­sar­ti­cu­lou uma qua­dri­lha que frau­dou o Enem (Exa­me Na­ci­o­nal do En­si­no Mé­dio) de 2016 e es­ta­va com tu­do pron­to pa­ra frau­dar no­va­men­te a pro­va, que co­me­ça no do­min­go (5) em to­do o País. Ao to­do, são oi­to man­da­dos de pri­são, dos quais se­te fo­ram cum­pri­dos nes­ta se­gun­da-fei­ra (30), sen­do três de­ten­ções em Goiás e três em Bra­sí­lia - um man­da­do foi ex­pe­di­do con­tra uma pes­soa que já es­ta­va pre­sa. Um sus­pei­to se­guia fo­ra­gi­do.

As in­ves­ti­ga­ções ain­da não es­ta­vam con­cluí­das, mas a Ope­ra­ção Por­ta Fechada foi de­fla­gra­da pa­ra evi­tar o su­ces­so da qua­dri­lha no Enem des­te ano. “An­te­ci­pa­mos a ope­ra­ção pa­ra res­guar­dar a li­su­ra do cer­ta­me”, afir­mou o de­le­ga­do Rô­mu­lo Fi­guei­re­do Ma­tos, da Derc­cap (De­le­ga­cia de Re­pres­são a Cri­mes con­tra a Ad­mi­nis­tra­ção Pú­bli­ca), e que co­man­da a ope­ra­ção em Goiás. Nas pa­la­vras de­le, o vo­lu­me de di­nhei­ro mo­vi­men­ta­do pe­la qua­dri­lha “é as­sus­ta­dor”.

En­tre os in­ves­ti­ga­dos es­tá um ex-fun­ci­o­ná­rio do Cesp (Cen­tro de Pro­mo­ção e Se­le­ção de Even­tos), atu­al Ce­bras­pe (Cen­tro Bra­si­lei­ro de Pes­qui­sa em Ava­li­a­ção e Se­le­ção e de Pro­mo­ção de Even­tos), em Bra­sí­lia.

Ví­deo di­vul­ga­do pe­la Po­lí­cia Ci­vil de Goiás mos­tra o ex-ser­vi­dor, pre­so nes­ta se­gun­da-fei­ra (30), tran­si­tan­do den­tro do Ces­pe com en­ve­lo­pes que con­te­ri­am car­tões no­mi­nais de can­di­da­tos pre­en­chi­do com as res­pos­tas ob­ti­das a par­tir do ori­gi­nal do ga­ba­ri­tos de con­cur­sos pre­pa­ra­dos pe­lo Ces­pe. O ser­vi­dor aces­sa­va o co­fre da ins­ti­tui­ção, re­ti­ran­do e de­vol­ven­do en­ve­lo­pes an­tes da cor­re­ção pe­las ban­cas.

Uma úni­ca can­di­da­ta de Goi­â­nia te­ria pa­go R$ 800 mil em um “pa­co­te” pa­ra frau­dar, ao mes­mo tem­po, o úl­ti­mo Enem pa­ra a fi­lha, e o con­cur­so pa­ra de­le­ga­do da Po­lí­cia Ci­vil em Goiás, pa­ra apro­va­ção da pró­pria sus­pei­ta. “Por um de­sen­con­tro de da­dos, a fi­lha não te­ve êxi­to no Enem, mas a mãe es­ta­va en­tre os dez pri­mei­ros co­lo­ca­dos no con­cur­so”, afir­mou o de­le­ga­do à re­por­ta­gem.

Da­dos de ne­go­ci­a­ções co­mo es­ta, en­vol­ven­do de­ze­nas de can­di­da­tos que com­pra­ram va­gas em di­fe­ren­tes con­cur­sos, fo­ram apre­en­di­dos du­ran­te a ope­ra­ção. O con­cur­so pa­ra de­le­ga­do aca­bou sus­pen­so em maio por cau­sa da frau­de que be­ne­fi­ci­ou pe­lo me­nos 16 can­di­da­tos iden­ti­fi­ca­dos pe­los in­ves­ti­ga­do­res. As pro­vas ti­nham si­do re­a­li­za­das em fe­ve­rei­ro, e o re­sul­ta­do, di­vul­ga­do em mar­ço.

Um gran­de nú­me­ro de can­di­da­tos com no­ta su­pe­ri­or a 90 pon­tos le­vou can­di­da­tos a de­nun­ci­ar o ca­so ao Mi­nis­té­rio Pú­bli­co, que ques­ti­o­nou o cer­ta­me. O Po­der Ju­di­ciá­rio lo­cal con­ce­deu li­mi­nar sus­pen­den­do o re­sul­ta­do em maio.

As in­ves­ti­ga­ções so­bre frau­de no con­cur­so da Po­lí­cia Ci­vil goi­a­na apon­ta­ram o en­vol­vi­do da qua­dri­lha em frau­des de di­ver­sos con­cur­sos de car­gos e car­rei­ras, do Enem e de ves­ti­bu­la­res, es­pe­ci­al­men­te pa­ra cur­sos de me­di­ci­na, em di­fe­ren­tes Es­ta­dos, dan­do iní­cio ao apro­fun­da­men­to da apu­ra­ção. Os ali­ci­a­dos pa­ga­vam en­tre R$ 150 e R$ 300 mil, con­for­me a pre­ten­são.

O de­le­ga­do es­pe­ra con­cluir o pri­mei­ro inqué­ri­to so­bre o ca­so em dez di­as, mas sa­li­en­tou que ele de­ve des­do­brar em no mí­ni­mo ou­tros seis inqué­ri­tos lo­cais “ape­nas so­bre con­cur­sos”, fo­ra ou­tros cri­mes e tam­bém os que de­ve­rão ser ins­tau­ra­dos por de­le­ga­ci­as de ou­tros Es­ta­dos, pa­ra os quais vai re­me­ter có­pi­as. Es­ta­vam pre­vis­tos 36 man­da­dos ju­di­ci­ais, sen­do 17 de bus­ca e apre­en­são, 11 de con­du­ção co­er­ci­ti­va e oi­to de pri­são.

Os pre­sos vão res­pon­der por for­ma­ção de qua­dri­lha, frau­de em con­cur­so pú­bli­co, fal­si­da­de ide­o­ló­gi­ca, la­va­gem de di­nhei­ro, en­tre ou­tros cri­mes.

O ad­vo­ga­do Mar­cus Vi­ni­cius Fi­guei­re­do, que de­fen­de o Ce­bras­pe, in­for­mou que o ór­gão tem atu­a­do jun­to a Po­lí­cia Ci­vil des­de o iní­cio das in­ves­ti­ga­ções. Se­gun­do o de­fen­sor, o Cen­tro en­tre­gou do­cu­men­ta­ção e fil­ma­gens à Po­lí­cia.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.