Se­go­via vai pres­tar es­cla­re­ci­men­tos a Bar­ro­so na pró­xi­ma se­gun­da-fei­ra

Folha de Londrina - - Política - Agên­cia Es­ta­do

O di­re­tor-ge­ral da Po­lí­cia Fe­de­ral, Fer­nan­do Se­go­via, irá res­pon­der aos ques­ti­o­na­men­tos do mi­nis­tro Luís Ro­ber­to Bar­ro­so, do Su­pre­mo Tri­bu­nal Fe­de­ral (STF), na pró­xi­ma se­gun­da-fei­ra, dia 19, de acor­do com o ga­bi­ne­te do mi­nis­tro. À prin­cí­pio, o en­con­tro se­rá às 17h.

No úl­ti­mo sá­ba­do, 10, Bar­ro­so man­dou in­ti­mar Se­go­via pa­ra es­cla­re­ci­men­tos, após o di­re­tor-ge­ral da PF, em en­tre­vis­ta à Reu­ters, in­di­car que a ten­dên­cia é que as in­ves­ti­ga­ções con­tra o pre­si­den­te Mi­chel Te­mer so­bre o De­cre­to dos Por­tos se­jam ar­qui­va­das. Bar­ro­so é re­la­tor do inqué­ri­to, em tra­mi­ta­ção no Su­pre­mo.

“Ten­do em vis­ta que tal con­du­ta, se con­fir­ma­da, é ma­ni­fes­ta­men­te im­pró­pria e po­de, em te­se, ca­rac­te­ri­zar in­fra­ção ad­mi­nis­tra­ti­va e até mes­mo pe­nal, de­ter­mi­no a in­ti­ma­ção do Se­nhor Di­re­tor da Po­lí­cia Fe­de­ral, de­le­ga­do Fer­nan­do Se­go­via, pa­ra que con­fir­me as de­cla­ra­ções que fo­ram pu­bli­ca­das, pres­te os es­cla­re­ci­men­tos que lhe pa­re­çam pró­pri­os e se abs­te­nha de no­vas ma­ni­fes­ta­ções a res­pei­to”, diz o des­pa­cho de Bar­ro­so.

Por meio de no­ta, Se­go­via afir­mou na úl­ti­ma se­ma­na que “em mo­men­to al­gum dis­se à im­pren­sa que o inqué­ri­to se­rá ar­qui­va­do”. “Afir­mei in­clu­si­ve que o inqué­ri­to é con­du­zi­do pe­la equi­pe de po­li­ci­ais do GInqE com to­da au­to­no­mia e isen­ção, sem in­ter­fe­rên­cia da Di­re­ção Ge­ral”, afir­mou o di­re­tor-ge­ral da PF.

Na in­ti­ma­ção fei­ta em ple­no plan­tão de sá­ba­do, Bar­ro­so ain­da pe­diu que o Mi­nis­té­rio Pú­bli­co Fe­de­ral, co­mo ór­gão de con­tro­le ex­ter­no das ati­vi­da­des po­li­ci­ais, tam­bém to­me as pro­vi­dên­ci­as “que en­ten­der ca­bí­veis”.

SEM TRO­CA Ape­sar de di­zer que não con­ver­sou com o pre­si­den­te Mi­chel Te­mer a res­pei­to das de­cla­ra­ções do di­re­tor-ge­ral da Po­lí­cia Fe­de­ral, Fer­nan­do Se­go­via, o mi­nis­tro da Se­cre­ta­ria de Go­ver­no, Car­los Ma­run, dis­se nes­ta quar­ta-fei­ra, 14, que “não exis­te es­sa co­gi­ta­ção” de uma pos­sí­vel tro­ca no co­man­do da PF.

“Nós en­ten­de­mos, eu não con­ver­sei com o pre­si­den­te so­bre is­so, mas en­ten­do que es­sa é uma ques­tão en­cer­ra­da. O di­re­tor-ge­ral, em fun­ção do res­pei­to que ele tem à Jus­ti­ça, vai pres­tar os es­cla­re­ci­men­tos so­li­ci­ta­dos pe­lo mi­nis­tro Bar­ro­so. Mas eu, sin­ce­ra­men­te, te­nho uma vi­são pes­so­al em re­la­ção a is­so que é: o de­cre­to não be­ne­fi­cia a Ro­dri­mar, is­so aí é que nem vo­cê es­tar in­ves­ti­gan­do um as­sas­si­na­to de al­guém que es­tá vi­vo”, afir­mou o mi­nis­tro, na saí­da do Pa­lá­cio da Al­vo­ra­da, on­de es­te­ve com Te­mer pa­ra dis­cu­tir es­tra­té­gi­as pa­ra ten­tar co­lo­car em vo­ta­ção a re­for­ma da Pre­vi­dên­cia na se­ma­na que vem.

Ma­run dis­se ain­da que Se­go­via “ver­ba­li­zou o ób­vio” e que a cri­se em tor­no das de­cla­ra­ções do di­re­tor-ge­ral da PF é uma “tempestade em co­po d’água”. “O de­cre­to não be­ne­fi­cia a Ro­dri­mar, te­mos ho­je um con­tin­gen­te de po­lí­ci­as tra­ba­lhan­do num de­cre­to on­de não exis­te o de­li­to”, afir­mou.

O mi­nis­tro dis­se que já viu “mui­tas ve­zes” pro­mo­to­res e de­le­ga­dos pres­tan­do in­for­ma­ções em en­tre­vis­tas so­bre inqué­ri­tos em an­da­men­to. “Não ve­jo ne­nhum ine­di­tis­mo nas pa­la­vras do Se­go­via, até es­tra­nho uma ce­leu­ma tão gran­de a res­pei­to des­te as­sun­to”, des­ta­cou Ma­run.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.