Usuá­rio po­de­rá ter ideia me­lhor dos cus­tos to­tais

Folha De S.Paulo - - Cotidiano Inclui -

DE SÃO PAU­LO

De­ba­ti­dos na ANS des­de 2010, pla­nos com co­par­ti­ci­pa­ção ou fran­quia res­pon­dem por 33% do mer­ca­do, mas nun­ca ti­ve­ram re­gu­la­men­ta­ção pró­pria.

Es­sa dis­cus­são ocor­re de for­ma pa­ra­le­la a dos pla­nos po­pu­la­res, que tam­bém pre­ve­em essas mo­da­li­da­des.

O te­ma pas­sa­rá por au­di­ên­cia e con­sul­ta pú­bli­ca. Só de­pois é que uma no­va re­so­lu­ção se­rá edi­ta­da.

A par­tir da no­va re­gra, as ope­ra­do­ras que op­ta­rem por ven­der pro­du­tos com co­par­ti­ci­pa­ção e fran­quia se­rão obri­ga­das a ofe­re­cer aos usuá­ri­os si­mu­la­ções an­tes de con­tra­tar e uti­li­zar o pla­no.

Se­gun­do a di­re­to­ra de de­sen­vol­vi­men­to se­to­ri­al da ANS, Martha Oli­vei­ra, a in­ten­ção é que be­ne­fi­ciá­ri­os te­nham uma no­ção so­bre o va­lor que te­rão que cus­te­ar na ho­ra de usar o pla­no, o va­lor que te­rão que ar­car con­for­me o pres­ta­dor e o quan­to sua men­sa­li­da­de vai di­mi­nuir.

“Es­ta­mos fa­lan­do de 50% dos usuá­ri­os de pla­nos no país que ho­je não têm ga­ran­tia, não sa­bem quan­to vão pa­gar. Ago­ra te­rão to­das as ta­be­las dis­po­ní­veis”, afir­ma.

Há qua­tro pos­si­bi­li­da­des de co­par­ti­ci­pa­ção: per­cen­tu­al em ci­ma do va­lor do pro­ce­di­men­to pa­go ao pres­ta­dor (mé­di­co, hos­pi­tal ou la­bo­ra­tó­rio); per­cen­tu­al so­bre uma ta­be­la de va­lo­res mé­di­os pra­ti­ca­dos no mer­ca­do; va­lo­res em re­al pre­de­fi­ni­dos pa­ra os pro­ce­di­men­tos ou um per­cen­tu­al que incide na men­sa­li­da­de.

“Se­ja qual for o for­ma­to es­co­lhi­do pe­lo be­ne­fi­ciá­rio, a re­gra de co­par­ti­ci­pa­ção de­ve­rá es­tar cla­ra­men­te ex­pres­sa no con­tra­to, ex­pli­ca Martha.

En­tre as mo­da­li­da­des de fran­quia pre­vis­tas es­tão as que o be­ne­fi­ciá­rio ar­ca com o cus­teio das des­pe­sas até atin­gi­rem um de­ter­mi­na­do va­lor e aque­la que só pas­sa a in­ci­dir qu­an­do os pro­ce­di­men­tos cus­ta­rem aci­ma de va­lor de­ter­mi­na­do.

Não se­rá per­mi­ti­da fran­quia e co­par­ti­ci­pa­ção em vá­ri­as si­tu­a­ções, co­mo nas qua­tro pri­mei­ras con­sul­tas re­a­li­za­das com clí­ni­co ge­ral, em exa­mes pre­ven­ti­vos e de pré-na­tal, além de tra­ta­men­tos crô­ni­cos (câncer, por exem­plo).

Martha diz que a agên­cia fez uma re­vi­são “de tu­do o que en­con­trou no mun­do” so­bre exa­mes e pro­ce­di­men­tos que devem fi­car fo­ra das re­gras de co­par­ti­ci­pa­ção e fran­quia. “A nor­ma vem pa­ra tra­zer ga­ran­ti­as e trans­pa­rên­cia.” (CC)

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.