PAI­NEL DO LEI­TOR

Folha De S.Paulo - - Opinião -

A se­ção re­ce­be men­sa­gens pe­lo e-mail lei­tor@gru­po­fo­lha.com.br, pe­lo fax (11) 3223-1644 e no en­de­re­ço al. Ba­rão de Li­mei­ra, 425, São Pau­lo, CEP 01202-900. A Fo­lha se re­ser­va o di­rei­to de pu­bli­car tre­chos. Mi­chel Temer Temer con­ce­deu au­di­ên­cia ca­ti­va à um em­pre­sá­rio en­vol­vi­do em ope­ra­ções da PF. Na sequên­cia, ou­ve des­te que uma de­ter­mi­na­da ação ju­di­ci­al con­tra a JBS es­tá sen­do aba­fa­da via manipulação de cer­tos juí­zes fe­de­rais. No fri­gir dos ovos, tal es­cân­da­lo ain­da é con­ce­bi­do co­mo pro­va in­con­clu­si­va con­tra Temer? O ca­so é gra­ve, mas Temer tem o di­rei­to de ven­der seu pei­xe no mer­ca­do de ilu­sões (“De­la­tor en­vol­ve Temer em com­pra de si­lên­cio de Cu­nha”, “Po­der”, 18/5).

PAU­LO WATRIN

A gra­va­ção é ruim, mas há ób­via re­ve­la­ção de obs­tru­ção da Jus­ti­ça, sem que ha­ja ati­tu­de al­gu­ma de Temer. A fra­se “es­tou bem com o Edu­ar­do”, se­gui­da de um “to­do mês”, só po­de sig­ni­fi­car uma me­sa­da. Lem­brem que a gra­va­ção é par­te das pro­vas, mas o de­poi­men­to ju­ra­men­ta­do do em­pre­sá­rio con­fir­man­do o con­teú­do da gra­va­ção tem mui­to va­lor. Se va­le pa­ra Luiz, va­le pa­ra Mi­chel. Ou não?

WAG­NER SAN­TOS

Cla­ro que só o fa­to de re­ce­ber o su­jei­to com uma con­ver­si­nha des­sa já é su­fi­ci­en­te pa­ra im­pe­a­ch­ment. O ca­ra diz que tem pro­cu­ra­dor no bol­so. Na ho­ra, Temer de­ve­ria cha­mar a po­lí­cia pa­ra pren­der o su­jei­to.

MARCIO MI­RA

Aé­cio Ne­ves Co­mo são vo­ra­zes os nos­sos re­pre­sen­tan­tes no Con­gres­so! Aé­cio Ne­ves já ti­nha re­ce­bi­do R$ 60 mi­lhões da JBS em 2014, se­gun­do de­la­ção. No fi­nal da his­tó­ria, aca­bou se en­ros­can­do com a “in­sig­ni­fi­cân­cia” de R$ 2 mi­lhões. Aguar­de­mos no­vas re­ve­la­ções (“Em­pre­sá­rio diz que Aé­cio pe­diu pro­pi­na”, “Po­der”, 18/5).

EMIL BARBOUR

Aé­cio Ne­ves foi afas­ta­do do seu man­da­to. O PSDB não se pro­nun­cia. Per­ma­ne­ce a so­ci­al-de­mo­cra­cia —ide­al po­lí­ti­co que po­de unir e sal­var o Bra­sil do desastre. Con­ti­nu­a­mos nós, au­tên­ti­cos mi­li­tan­tes fun­da­do­res do par­ti­do, a lu­ta ini­ci­a­da em 1988 com Fran­co Mon­to­ro, Jo­sé Ri­cha, He­lio Ja­gua­ri­be e Mário Co­vas. Nos­sa pro­pos­ta é o so­ci­a­lis­mo de­mo­crá­ti­co com o mer­ca­do li­vre, so­ci­al­men­te re­gu­la­do. Elei­ções ge­rais e di­re­tas já são a úni­ca al­ter­na­ti­va pa­ra re­to­mar o de­sen­vol­vi­men­to econô­mi­co e a paz so­ci­al e evi­tar uma guerra ci­vil.

EURICO DE A. NE­VES BOR­BA

É inad­mis­sí­vel que a Fo­lha in­sis­ta em man­ter Aé­cio Ne­ves no qua­dro de co­lu­nis­tas di­an­te de rei­te­ra­das de­nún­ci­as a ele di­ri­gi­das. Ain­da mais quan­do o se­na­dor afas­ta­do usa o es­pa­ço pa­ra fazer sua de­fe­sa pú­bli­ca di­an­te de in­de­fen­sá­veis acu­sa­ções de cor­rup­ção e obs­tru­ção da lei.

ELDER MAR­TINS

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.