Cos­ta e Sil­va diz que ‘não se po­de mais pe­dir sa­cri­fí­ci­os ao po­vo’

Folha De S.Paulo - - Cotidiano - DO BAN­CO DE

DA­DOS - O pre­si­den­te Arthur da Cos­ta e Sil­va vol­tou de São Pau­lo con­ven­ci­do de que é ina­diá­vel fazer a cor­re­ção do re­sí­duo in­fla­ci­o­ná­rio pa­ra atu­a­li­zar o sa­lá­rio do tra­ba­lha­dor, que te­ve seu po­der aqui­si­ti­vo re­du­zi­do.

O pre­si­den­te dis­se que “não se po­de pe­dir mais sa­cri­fí­ci­os ao po­vo” e por is­so vai fazer no­vo ape­lo aos em­pre­sá­ri­os pa­ra que aju­dem o go­ver­no a com­ba­ter a in­fla­ção e a re­to­mar o de­sen­vol­vi­men­to.

Di­vi­dir os sa­cri­fí­ci­os com o em­pre­sa­ri­a­do, con­cluiu ele, se­rá be­ne­fi­ciá-lo a mé­dio pra­zo com o acer­to da po­lí­ti­ca econô­mi­co-fi­nan­cei­ra.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.