Jus­ti­ça sus­pen­de em­pre­en­di­men­to de luxo sus­pei­to de in­va­são na Bahia

Com­ple­xo do Gru­po Fa­sa­no em Tran­co­so, com ho­tel e vi­las re­si­den­ci­ais, te­ve obra em­bar­ga­da

Folha De S.Paulo - - Cotidiano - MÁRIO BIT­TEN­COURT

Pro­ces­so diz que área per­ten­ce a mu­lher de 80 anos e foi in­va­di­da; em­pre­en­de­do­res di­zem que com­pro­va­rão pos­se FO­LHA,

Um em­pre­en­di­men­to de luxo do Gru­po Fa­sa­no em Tran­co­so (dis­tri­to de Por­to Se­gu­ro, no sul da Bahia), com cus­to ini­ci­al de R$ 130 mi­lhões, foi sus­pen­so pe­lo Tri­bu­nal de Jus­ti­ça do Es­ta­do por sus­pei­ta de es­tar sen­do cons­truí­do em área in­va­di­da.

A de­sem­bar­ga­do­ra Gar­dê­nia Duarte, em de­ci­são de 8 de maio, de­ter­mi­nou o em­bar­go das obras e mul­ta de R$ 10 mil por dia ca­so o em­pre­en­di­men­to, que ocu­pa 300 hec­ta­res de ma­ta na­ti­va e 500 me­tros de praia, con­ti­nue a ven­der lo­tes. Ca­be re­cur­so.

Se­gun­do o pro­ces­so, a área on­de es­tá o Re­ser­vas Tran­co­so, lan­ça­do no Rio de Ja­nei­ro em de­zem­bro de 2016 num even­to pa­ra a eli­te ca­ri­o­ca, per­ten­ce à agri­cul­to­ra Jo­a­qui­na An­to­nia So­a­res, 80, e foi in­va­di­da em 2010.

DE­CI­SÃO DA JUS­TI­ÇA

da de­sem­bar­ga­do­ra Gar­dê­nia Duarte, em re­la­ção ao ter­re­no em dis­pu­ta

Os em­pre­en­de­do­res afir­mam que vão apre­sen­tar à Jus­ti­ça do­cu­men­tos com­pro­van­do a le­ga­li­da­de da pos­se (leia tex­to nes­ta pág.).

Lo­ca­li­za­do na praia de Ita­po­ro­ro­ca, fa­mo­sa por su­as fa­lé­si­as, o em­pre­en­di­men­to tem pre­vi­são de fi­car pron­to em 2019. Se­gun­do o si­te do Gru­po Fa­sa­no, ele in­clui 19 es­tân­ci­as den­tro de um com­ple­xo com um ho­tel de 40 ban­galôs e 23 vi­las re­si­den­ci­ais.

O pro­je­to é as­si­na­do por Isay Wein­feld, que tam­bém res­pon­de pe­lo de­sign dos Ho­téis Fa­sa­no São Pau­lo e Fa­sa­no Pun­ta del Es­te, e foi ide­a­li­za­do pe­la in­cor­po­ra­do­ra Bahia Be­a­ch, res­pon­sá­vel pe­lo em­pre­en­di­men­to.

Imo­bi­liá­ri­as con­sul­ta­das pe­la Fo­lha di­zem que na praia de Ita­po­ro­ro­ca o metro qua­dra­do de um ter­re­no po­de va­ri­ar de R$ 800 a R$ 1.000.

De acor­do com a de­ci­são ju­di­ci­al, pre­pos­tos dos do­nos do em­pre­en­di­men­to di­fi­cul­ta­ram a de­mar­ca­ção da área em dis­pu­ta por um pe­ri­to no­me­a­do pe­la Jus­ti­ça.

O ad­vo­ga­do Nir­vam Dan­tas, que de­fen­de Jo­a­qui­na, dis­se que lo­go após a de­mar­ca­ção fei­ta pe­lo pe­ri­to “to­dos os marcos im­plan­ta­dos na área fo­ram re­ti­ra­dos em cla­ra de­so­be­di­ên­cia e de­bo­che ao Po­der Ju­di­ciá­rio”.

Se­gun­do ele, a área de Jo­a­qui­na so­ma 28 hec­ta­res e é fru­to de uma do­a­ção em 1962, de­cor­ren­te de um pro­ces­so cri­mi­nal em que ela fi­gu­ra­va co­mo ví­ti­ma de um es­tu­pro.

Dan­tas dis­se que a área foi do­a­da pe­lo pai do au­tor do cri­me co­mo for­ma de com­pen­sar o que ti­nha si­do fei­to.

O ca­so foi pa­rar no TJ da Bahia após a Jus­ti­ça de Por­to Se­gu­ro ne­gar pe­di­do de an­te­ci­pa­ção de tu­te­la de Jo­a­qui­na. A Jus­ti­ça lo­cal não ti­nha ob­ser­va­do ain­da um pe­di­do de li­mi­nar da agri­cul­to­ra.

A de­sem­bar­ga­do­ra dis­se re­co­nhe­cer “a pre­sen­ça de ele­men­tos ca­rac­te­ri­za­do­res do es­bu­lho con­tra a pos­se da agra­van­te [Jo­a­qui­na]”.

Duarte le­vou em con­ta tam­bém “a hi­pos­su­fi­ci­ên­cia [de Jo­a­qui­na] di­an­te da di­men­são do em­pre­en­di­men­to e ca­pa­ci­da­de econô­mi­ca da agra­va­da [a Bahia Be­a­ch, aci­o­na­da no pro­ces­so]”.

“O pe­ri­go de da­no à agra­van­te é evi­den­te, ha­ja vis­ta a ocu­pa­ção ir­re­gu­lar da área, ine­ga­vel­men­te de­mons­tra­da pe­las pró­pri­as fo­tos acos­ta­das e au­di­ên­cia de jus­ti­fi­ca­ção re­a­li­za­da com a res­pec­ti­va gra­va­ção”, diz tre­cho da de­ci­são da de­sem­bar­ga­do­ra.

“da­no à agra­van­te [a agri­cul­to­ra Jo­a­qui­na So­a­res, 80] é evi­den­te, ha­ja vis­ta a ocu­pa­ção ir­re­gu­lar da área, ine­ga­vel­men­te de­mons­tra­da pe­las pró­pri­as fo­tos acos­ta­das

Divulgação

Ima­gem do pro­je­to do em­pre­en­di­men­to de luxo em Tran­co­so, no sul da Bahia, cu­jas obras fo­ram sus­pen­sas pe­la Jus­ti­ça bai­a­na no co­me­ço des­te mês

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.