Ca­deia Ve­lha é que faz pri­são das bo­as

Pro­cu­ra­dor afir­ma que de­pu­ta­dos es­tão ‘em­pa­pu­ça­dos com di­nhei­ro da cor­rup­ção’

Meiahora - RJ - - PÁGINA DELANTEIRA -

nquan­to o Rio de Janeiro de­fi­nha, es­ses su­jei­tos se em­pa­pu­çam com di­nhei­ro da cor­rup­ção”. A afir­ma­ção foi fei­ta por Car­los Al­ber­to Go­mes de Agui­ar, pro­cu­ra­dor do Mi­nis­té­rio Pú­bli­co Fe­de­ral, on­tem, so­bre a Ope­ra­ção Ca­deia Ve­lha. Os su­jei­tos aos quais ele se re­fe­ria são o pre­si­den­te da As­sem­bleia Le­gis­la­ti­va do Rio (Alerj), Jor­ge Pic­ci­a­ni; o seu an­te­ces­sor, de­pu­ta­do Pau­lo Me­lo; e o ex-lí­der do go­ver­no na Alerj Ed­son Al­ber­tas­si.

Os três par­la­men­ta­res, to­dos do PMDB, fo­ram de­nun­ci­a­dos pe­lo MPF no âm­bi­to da Ca­deia Ve­lha, um des­do­bra­men­to da La­va Ja­to, e fo­ram con­du­zi­dos co­er­ci­ti­va­men­te pa­ra de­por. Eles são acu­sa­dos de ter re­ce­bi­do pro­pi­na de em­pre­sá­ri­os, prin­ci­pal­men­te do­nos de em­prei­tei­ras e de em­pre­sas do se­tor de trans­por­tes.

Se­gun­do a pro­cu­ra­do­ra An­dréa Bayão, nos úl­ti­mos cin­co anos, Pic­ci­a­ni re­ce­beu R$ 58,5 mi­lhões em pro­pi­nas, e Pau­lo Me­lo, R$ 54,3 mi­lhões. Já Al­ber­tas­si te­ria re­ce­bi­do no úl­ti­mo ano “me­sa­da” de R$ 60 mil.

“Par­te des­se di­nhei­ro foi pa­go a man­do do ex-go­ver­na­dor Sér­gio Cabral por meio de uma con­ta em no­me de Car­los Mi­ran­da na Fe­trans­por. Não sig­ni­fi­ca que es­se di­nhei­ro era um pa­ga­men­to tam­bém da Fe­trans­por. Sig­ni­fi­ca que era uma com­pen­sa­ção de van­ta­gens. Sér­gio Cabral es­ta­va di­vi­din­do o pro­vei­to cri­mi­no­so com a Alerj”, ex­pli­cou An­dréa.

O pre­si­den­te da Alerj, de­pu­ta­do Jor­ge Pic­ci­a­ni, che­ga pa­ra de­por na se­de da PF, na Pra­ça Mauá

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.