Po­lí­cia Ci­vil in­ves­ti­ga se ban­di­do 157 fez plás­ti­ca.

De­le­ga­do afir­ma, no en­tan­to, que cri­mi­no­so se­rá pre­so. In­ves­ti­ga­ção ain­da não re­ve­lou se pro­ce­di­men­to ci­rúr­gi­co foi fei­to na Ro­ci­nha

O Dia - - FRONT PAGE - RA­FA­EL NAS­CI­MEN­TO ra­fa­el.nas­ci­men­to@odia.com.br

Ro­gé­rio Ave­li­no da Silva, o Ro­gé­rio 157, cri­mi­no­so mais pro­cu­ra­do pe­la po­lí­cia no es­ta­do do Rio, po­de não es­tar mais pa­re­ci­do com a fo­to do Por­tal dos Pro­cu­ra­dos. Uma das hi­pó­te­ses in­ves­ti­ga­da pe­la 11ª DP (Ro­ci­nha) apon­ta que o lí­der do trá­fi­co de dro­gas da parte al­ta da co­mu­ni­da­de te­ria fei­to ci­rur­gi­as plás­ti­cas pa­ra ten­tar des­pis­tar os po­li­ci­ais.

“Não es­ta­mos des­car­tan­do ne­nhu­ma pos­si­bi­li­da­de. Se fez plás­ti­ca ou não, va­mos pren­de-lo. É im­por­tan­te fri­sar: o Ro­gé­rio se­rá pre­so mais ce­do ou mais tar­de. In­de­pen­den­te de mu­dar de fac­ção ou fa­zer pro­ce­di­men­to ci­rúr­gi­co”, afir­mou o de­le­ga­do Antô­nio Ri­car­do Nu­nes, ti­tu­lar da 11ª DP. A de­le­ga­cia, no en­tan­to, ain­da não re­ve­lou se as ci­rur­gi­as fo­ram fei­tas na fa­ve­la e se isso ocor­reu re­cen­te­men­te. Pa­ra não atra­pa­lhar as in­ves­ti­ga­ções, a Se­cre­ta­ria de Se­gu­ran­ça não dá de­ta­lhes so­bre o pa­ra­dei­ro de Ro­gé­rio 157.

Por con­ta dos con­fron­tos qua­se diá­ri­os na Ro­ci­nha, on­tem a Pa­ró­quia Nos­sa Se­nho­ra da Boa Vi­a­gem, que fi­ca na Es­tra­da da Gá­vea, de­ci­diu sus­pen­der a pro­cis­são

que fa­ria em ho­me­na­gem à Nos­sa Se­nho­ra Apa­re­ci­da. Uma men­sa­gem dei­xa­da no per­fil da igre­ja no Facebook in­for­mou que a me­di­da foi to­ma­da em ra­zão da “si­tu­a­ção de in­se­gu­ran­ça que rei­na em nos­sa co­mu­ni­da­de”. No en­tan­to, três mis­sas que es­ta­vam mar­ca­das fo­ram man­ti­das. A igre­ja ain­da pe­diu que a paz re­tor­nas­se à co­mu­ni­da­de.

“Que a Mãe Apa­re­ci­da in­ter­ce­de por nos­sa que­ri­da Co­mu­ni­da­de da Ro­ci­nha. Que a Paz pre­va­le­ça!”, des­ta­cou o texto na re­de so­ci­al. On­tem, a Po­lí­cia Mi­li­tar fez ações em vá­ri­os pon­tos da co­mu­ni­da­de. De acor­do com a cor­po­ra­ção, até o iní­cio da noi­te de on­tem, não foi re­gis­tra­da tro­ca de ti­ros. Também não hou­ve pri­sões ou apre­en­sões.

A on­da de vi­o­lên­cia se in­ten­si­fi­cou na fa­ve­la após Antô­nio Fran­cis­co Bon­fim Lo­pes, o Nem, or­de­nar que com­par­sas to­mas­sem o con­tro­le do trá­fi­co de dro­gas do seu an­ti­go ali­a­do, o Ro­gé­rio 157. Des­de en­tão, ti­ro­tei­os são fre­quen­tas na re­gião. O Exér­ci­to che­gou a cer­car a co­mu­ni­da­de por uma se­ma­na em bus­ca do cri­mi­no­so, mas on­tem não es­ti­ve­ram na re­gião. O Dis­que De­nún­cia ofe­re­ce re­com­pen­sa de R$ 30 mil por in­for­ma­ções que le­vem a pri­são do cri­mi­no­so.

MAÍ­RA CO­E­LHO

Por con­ta dos con­fron­tos re­cor­ren­tes na co­mu­ni­da­de, pa­ró­quia can­ce­lou pro­cis­são pe­las vi­as da fa­ve­la

DI­VUL­GA­ÇÃO

Ro­gé­rio 157éo mais pro­cu­ra­do no es­ta­do doRio

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.