Ca­sa pre­ten­de evi­tar ‘de­sa­gra­vo’ a tu­ca­no

O Estado de S. Paulo - - Política - Ve­ra Ma­ga­lhães

For­ta­le­ci­do com a aper­ta­da de­ci­são do Su­pre­mo Tri­bu­nal Fe­de­ral se­gun­do a qual me­di­das cau­te­la­res de­ter­mi­na­das con­tra par­la­men­ta­res têm de ser sub­me­ti­das ao cri­vo do Le­gis­la­ti­vo, o Se­na­do quer evi­tar, na pró­xi­ma se­ma­na, con­fron­tar o Ju­di­ciá­rio ou trans­for­mar a ses­são que dis­cu­ti­rá o afas­ta­men­to de Aé­cio Ne­ves (PSDB-MG) em um ato de de­sa­gra­vo ao tu­ca­no.

A or­dem nos prin­ci­pais par­ti­dos da ba­se do go­ver­no, até mes­mo na ala do PSDB que ten­ta se des­co­lar de Aé­cio, é que a Ca­sa se li­mi­te a ana­li­sar o ca­so do se­na­dor à luz do en­ten­di­men­to fir­ma­do an­te­on­tem, sem en­trar em con­si­de­ra­ções em te­mas que o mi­nei­ro gos­ta­ria de ver tra­ta­dos, co­mo a te­se de que te­ria si­do “con­de­na­do pre­vi­a­men­te” pe­la Pri­mei­ra Tur­ma do STF.

Os lí­de­res do Se­na­do en­ten­dem que o STF en­ca­rou uma boa do­se de des­gas­te on­tem para evi­tar uma cri­se ins­ti­tu­ci­o­nal. Prin­ci­pal­men­te a pre­si­den­te da cor­te, Cár- men Lú­cia, que dei­xou cla­ro que con­cor­da­va no mé­ri­to com o cer­ne do vo­to do re­la­tor, Edson Fa­chin, mas vo­tou da for­ma que cau­sa­ria me­nor es­tra­go ins­ti­tu­ci­o­nal.

O pre­si­den­te do Se­na­do, Eu­ní­cio Oli­vei­ra (PMDB-CE), de­ve ne­go­ci­ar com as ban­ca­das para que a Ca­sa “re­tri­bua” a pre­o­cu­pa­ção e fa­ça uma ses­são o mais cur­ta e sem ad­je­ti­va­ções pos­sí­vel.

É cla­ro que é pra­ti­ca­men­te im­pos­sí­vel as­se­gu­rar is­so num co­le­gi­a­do com per­so­na­li­da­des e for­ças po­lí­ti­cas tão di­ver­sas, mas o de­se­jo da cú­pu­la po­lí­ti­ca é deixar even­tu­ais ex­ces­sos para as “fi­gu­ras de sem­pre”.

Con­tri­bui para es­sa ten­ta­ti­va de co­me­di­men­to o fa­to de que, em mai­or ou me­nor es­ca­la, to­dos os prin­ci­pais par­ti­dos têm ex­po­en­tes de pe­so “pen­du­ra­dos” no STF em inqué­ri­tos, de­nún­ci­as ou ações pe­nais no âm­bi­to da La­va Ja­to ou de ou­tras in­ves­ti­ga­ções.

Nes­te ca­so, não in­te­res­sa a nin­guém tri­pu­di­ar so­bre as di­vi­sões in­ter­nas e os re­cu­os do STF, em­bo­ra nos bas­ti­do­res ha­ja, sim, um cli­ma de co­me­mo­ra­ção plu­ri­par­ti­dá­rio pe­lo “re­em­po­de­ra­men­to” dos po­lí­ti­cos a par­tir de de­ci­sões co­mo as de an­te­on­tem.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.