MP in­ves­ti­ga li­ci­ta­ção pa­ra re­pa­ro de se­má­fo­ro

CET te­ria des­clas­si­fi­ca­do pro­pos­ta mais van­ta­jo­sa, se­gun­do de­nún­cia de pe­tis­tas; Pre­fei­tu­ra ne­ga fa­vo­re­ci­men­to

O Estado de S. Paulo - - Metrópole - Fa­bio Lei­te

O Mi­nis­té­rio Pú­bli­co Es­ta­du­al (MPE) abriu um inqué­ri­to pa­ra in­ves­ti­gar uma sus­pei­ta de frau­de na li­ci­ta­ção fei­ta pela ges­tão do pre­fei­to João Do­ria (PSDB) pa­ra con­tra­tar as em­pre­sas res­pon­sá­veis pe­lo con­ser­to e ma­nu­ten­ção dos 6.399 se­má­fo­ros da ci­da­de de São Pau­lo. O inqué­ri­to foi aber­to no dia 27 pe­lo pro­mo­tor Sil­vio An­to­nio Mar­ques, da Pro­mo­to­ria do Pa­trimô­nio Pú­bli­co e So­ci­al, a par­tir de re­pre­sen­ta­ção dos ve­re­a­do­res An­to­nio Do­na­to, Ales­san­dro Gu­e­des e Se­ni­val, to­dos os PT, e pe­lo pre­si­den­te mu­ni­ci­pal da si­gla, Pau­lo Fi­o­ri­lo.

Se­gun­do a de­nún­cia, a Com­pa­nhia de En­ge­nha­ria de Trá­fe­go (CET) fa­vo­re­ceu as em­pre­sas Meng En­ge­nha­ria, Co­mér­cio e In­dús­tria Lt­da. e Arc Co­mér­cio Cons­tru­ções e Ad­mi­nis­tra­ção Lt­da no pre­gão ele­trô­ni­co pa­ra exe­cu­tar o con­ser­to dos se­má­fo­ros. Con­sór­ci­os for­ma­dos pe­las du­as em­pre­sas fi­ca­ram com dois dos três lo­tes da li­ci­ta­ção, con­cluí­da em ju­lho, no va­lor de R$ 40,5 milhões.

A re­pre­sen­ta­ção afir­ma que a CET des­clas­si­fi­cou uma pro­pos­ta mais van­ta­jo­sa fei­ta pe­lo consórcio li­de­ra­do pela Kaps­ch Traf­fic­com Con­tro­le de Trá­fe­go e de Trans­por­te do Bra­sil Lt­da e as du­as ou­tras em­pre­sas do­a­ram ser­vi­ços à ges­tão Do­ria en­tre ja­nei­ro e mar­ço, co­mo ex­ten­são de ga­ran­tia de seus ser­vi­ços de con­ser­to de se­má­fo­ros e tro­ca de pla­cas e si­na­li­za­ção que in­di­ca­vam a ve­lo­ci­da­de má­xi­ma das pis­tas das Mar­gi­nais do Pi­nhei­ros e do Ti­e­tê.

Em no­ta, a CET in­for­mou que “pres­ta­rá to­dos os es­cla­re­ci­men­tos ne­ces­sá­ri­os” e res­sal­tou que “os pre­gões se­gui­ram ri­go­ro­sa­men­te os trâ­mi­tes pre­vis­tos na Lei de Li­ci­ta­ções”. Ain­da se­gun­do o ór­gão, “as do­a­ções fo­ram fei­tas de acor­do com a le­gis­la­ção e obe­de­ce­ram a cha­ma­men­to pú­bli­co aber­to a to­do o mer­ca­do”. Além dis­so, afir­mou que “du­as em­pre­sas que fi­ze­ram do­a­ções este ano par­ti­ci­pa­ram do pre­gão dos se­má­fo­ros e não ob­ti­ve­ram vi­tó­ria no cer­ta­me”.

Já a Meng En­ge­nha­ria, tam­bém em no­ta, dis­se que a do­a­ção fei­ta pela em­pre­sa ocor­reu de “for­ma pú­bli­ca” e “na­da tem a ver com a li­ci­ta­ção de con­tra­tos de ma­nu­ten­ção de se­má­fo­ro”. Tam­bém dis­se que vai co­la­bo­rar na in­ves­ti­ga­ção. O Es­ta­do não con­se­guiu con­ta­to com a Arc Co­mér­cio. Em agos­to, a mul­ti­na­ci­o­nal Kaps­ch, que foi des­clas­si­fi­ca­da, che­gou a ob­ter li­mi­nar na Justiça sus­pen­den­do a li­ci­ta­ção de re­pa­ros de se­má­fo­ros.

Pro­ble­mas. An­tes da con­tra­ta­ção, a ca­pi­tal che­gou a fi­car mais de seis me­ses sem con­tra­to de ma­nu­ten­ção de se­má­fo­ro, o que pre­ju­di­cou o trân­si­to, mo­ti­van­do críticas de mo­to­ris­tas e des­gas­tes à ima­gem da ges­tão.

O pre­gão ele­trô­ni­co foi re­a­li­za­do em ju­lho e con­tou com a par­ti­ci­pa­ção de 11 em­pre­sas. A li­ci­ta­ção es­ta­va mar­ca­da ini­ci­al­men­te pa­ra o fim de ju­nho, mas foi adi­a­da por cau­sa de uma fa­lha no sis­te­ma ele­trô­ni­co. O va­lor dos no­vos con­tra­tos, se­gun­do a CET, re­pre­sen­ta des­con­to de 45% an­te o or­ça­men­to fei­to pe­lo ór­gão, de R$ 72 milhões.

JF DIORIO/ESTADÃO–26/7/2017

Apa­ga­do. Ca­pi­tal pau­lis­ta tem 6.399 se­má­fo­ros nas ru­as

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.