Se­rá tru­que?

Correio da Manha - - Portugal - TI­RO E QUE­DA Car­los An­jos

Con­fes­so que con­ti­nuo a não en­ten­der Bru­no de Car­va­lho. De­pois do pe­río­do er­rá­ti­co que fo­ram os seus úl­ti­mos cin­co me­ses na pre­si­dên­cia do Spor­ting, e de to­do o seu com­por­ta­men­to pós-des­ti­tui­ção, com pro­vi­dên­ci­as cau­te­la­res pa­ra to­dos os gos­tos, as quais es­ta­vam to­das des­ti­na­das ao in­su­ces­so e à re­jei­ção por par­te dos tri­bu­nais, eis que no pro­ces­so on­de se in­ves­ti­ga o ata­que à aca­de­mia de Al­co­che­te tem a pe­re­gri­na ideia de re­que­rer a sua cons­ti­tui­ção co­mo as­sis­ten­te. BdC de­ve­ria ser o úni­co por­tu­guês que não

ES­TA­RÁ BRU­NO DE CAR­VA­LHO A QUE­RER AFAS­TAR O PE­RI­GO DE FU­GA PA­RA O FU­TU­RO?

sa­bia, nem des­con­fi­a­va, que a in­ves­ti­ga­ção sus­pei­ta des­de o dia do fa­mi­ge­ra­do ata­que que ele pos­sa es­tar li­ga­do ao cri­me. Era ló­gi­co que o pe­di­do de cons­ti­tui­ção co­mo as­sis­ten­te só po­de­ria ser in­de­fe­ri­do, por­que o seu de­fe­ri­men­to po­de­ria en­trar em con­fli­to com a in­ves­ti­ga­ção. Sur­pre­sa? Só se foi pa­ra BdC. Ago­ra foi ao DI­AP de Lis­boa ma­ni­fes­tar dis­po­ni­bi­li­da­de pa­ra pres­tar to­dos os es­cla­re­ci­men­tos que o Mi­nis­té­rio Pú­bli­co entenda, in­for­man­do ain­da que não é ar­gui­do em ne­nhum pro­ces­so. Sa­be­mos is­so. O que não se per­ce­be é es­ta ida ino­pi­na­da ao DI­AP. Ou es­ta­rá a que­rer di­zer que não an­da, nem an­da­rá a fu­gir à Jus­ti­ça, afas­tan­do as­sim, no fu­tu­ro, a pon­de­ra­ção de uma even­tu­al fu­ga à Jus­ti­ça?

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.