DE­PU­TA­DOS PRÓ­XI­MOS DE PAS­SOS CO­E­LHO ACU­SAM DI­RE­ÇÃO DE RUI RIO DE TEN­TA­TI­VA DE “SI­LEN­CI­A­MEN­TO”.

REUNIÃO r Guer­ra ban­ca­da par­la­men­tar: de­pu­ta­dos di­zem-se afas­ta­dos. Ne­grão re­jei­ta crí­ti­cas

Correio da Manha - - Opinião - DI­A­NA RA­MOS/BE­A­TRIZ FERREIRA

Os de­pu­ta­dos do PSD pró­xi­mos de Pas­sos Co­e­lho acu­sa­ram a atu­al di­re­ção so­ci­al-de­mo­cra­ta de “si­len­ci­a­men­to”. Aguer­ra es­ta­lou on­tem na reunião da ban­ca­da par­la­men­tar, na qual a ex-se­cre­tá­ria de Es­ta­do Te­re­sa Mo­rais con­fron­tou o lí­der par­la­men­tar, Fer­nan­do Ne­grão.

“Não fa­lei pa­ra me quei­xar em re­la­ção a mim pró­pria, mas pa­ra aler­tar pa­ra uma si­tu­a­ção que afe­ta uma lar­ga mai­o­ria dos de­pu­ta­dos da ban­ca­da”, con­fir­mou Te­re s a M o rais aos jor­na­lis­tas. Se­gun­do in­for­ma­ção re­co­lhi­da pe­lo CM, a ex-go­ver­nan­te de­nun­ci­ou que são mui­tos os de­pu­ta­dos que, des­de o iní­cio do ano – al­tu­ra em­que fo­ram as di­re­tas no PSD e Rui Rio che­gou à pre­si­dên­cia – “não são en­vol­vi­dos no de­ba­te po­lí­ti­co”, fri­san­do que há gen­te que quer tra­ba­lhar mas não tem a opor­tu­ni­da­de pa­ra o fa­zer e cri­ti­can­do a es­tra­té­gia em ano pré-elei­to­ral.

Na reunião, o lí­der par­la­men- tar, Fer­nan­do Ne­grão, não con­tra­ri­ou tal ideia, o que le­vou o an­te­ces­sor, Hu­go So­a­res, a aler­tar pa­ra a “gra­vi­da­de ex­tre­ma” do que es­ta­va a ser di­to. Ne­grão não quis fa­lar aos jor­na­lis­tas após a reunião, mas à tar­de re­con­si­de­rou: “Nun­ca si­len­ciá­mos ne­nhum­de­pu­ta­do e nun­ca re­ce­be­mos qual­quer ins­tru­ção da di­re­ção do par­ti­do pa­ra si­len­ci­ar o de­pu­ta­do A ou B.”

LÍ­DER PAR­LA­MEN­TAR FOI CON­FRON­TA­DO E NO INÍ­CIO NÃO NE­GOU TAL PO­SI­ÇÃO

1De­pu­ta­da Te­re­sa Mo­rais apon­tou o de­do 2Fer­nan­do Ne­grão li­de­ra a ban­ca­da

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.