Diario de Noticias - DN + Dinheiro Vivo

No­va li­de­ran­ça da Nes­pres­so quer uma ação sus­ten­tá­vel

Bri­get­te Felber che­ga ao país quan­do a mar­ca do ca­fé tem 24 lo­jas e mais de 500 co­la­bo­ra­do­res.

- Business · Portugal · Nestle · Europe · Lucerne · Switzerland · Singapore · Taiwan · South Korea · Japan · Hong Kong · Lisbon · Indonesia

De­pois de mais de uma dé­ca­da no mer­ca­do asiá­ti­co, Brigitte Felber é a no­va res­pon­sá­vel da Nes­pres­so em Por­tu­gal. Um re­gres­so ao país, de­pois de em 2003 ter par­ti­ci­pa­do na aber­tu­ra do mer­ca­do na­ci­o­nal à mar­ca de ca­fés em cáp­su­la da Nes­tlé. Subs­ti­tui An­ne Lenz, que du­ran­te cer­ca de três anos li­de­rou a mar­ca em Por­tu­gal, e ago­ra as­su­me co­mo he­ad da zo­na Eu­ro­pa da Nes­pres­so.

O mer­ca­do na­ci­o­nal “é mui­to in­te­res­san­te pe­lo seu en­vol­vi­men­to com a ca­te­go­ria de ca­fé e fi­quei es­pe­ci­al­men­te im­pres­si­o­na­da com a adap­ta­bi­li­da­de à no­va re­a­li­da­de pa­ra um am­bi­en­te mais di­gi­tal. Há uma vi­bra­ção mui­to boa com jo­vens pro­fis­si­o­nais al­ta­men­te qua­li­fi­ca­dos, for­te men­ta­li­da­de de em­pre­en­de­do­ris­mo e al­ta éti­ca de tra­ba­lho, que é a cha­ve pa­ra o pro­gres­so fu­tu­ro de um país”, diz Brigitte Felber, a no­va bu­si­ness exe­cu­ti­ve of­fi­cer (BEO) da Nes­pres­so em Por­tu­gal. A mar­ca tem 24 lo­jas no país – 17 bou­ti­ques, três na­no bou­ti­ques, qua­tro n-ki­osks e qua­tro n-points (pon­tos de ven­da e par­cei­ros tra­de) – e 500 co­la­bo­ra­do­res, atu­an­do no mer­ca­do de ven­da a par­ti­cu­la­res (com 29 ca­fés) e em­pre­sa­ri­al, com 14 ca­fés pa­ra ven­da nas ca­fe­te­ri­as e res­tau­ran­tes (ca­nal Ho­re­ca) e nas em­pre­sas.

Re­gres­sa de­pois de 14 anos na Ásia. Na­tu­ral de Lu­cer­na, na Suí­ça, Brigitte Felber che­gou a Sin­ga­pu­ra em 2007 co­mo bu­si­ness de­ve­lop­ment ma­na­ger, e em 2012 as­su­miu o car­go de coun­try ma­na­ger Nes­pres­so em Taiwan. Em 2016, pas­sou a li­de­rar a Nes­pres­so na Co­reia do Sul, mer­ca­do on­de a sus­ten­ta­bi­li­da­de tem vin­do a ga­nhar ex­pres­são.

“Na Ásia, a sus­ten­ta­bi­li­da­de tam­bém es­tá en­tre uma das prin­ci­pais pre­o­cu­pa­ções, so­bre­tu­do em paí­ses co­mo o Ja­pão, Co­reia do Sul, Taiwan, Hong Kong e Sin­ga­pu­ra. Mas, no ge­ral, os paí­ses eu­ro­peus, in­cluin­do Por­tu­gal, es­tão mais sen­sí­veis às prá­ti­cas sus­ten­tá­veis, co­mo a re­ci­cla­gem e a ges­tão do des­per­dí­cio”, des­ta­ca.

Em Por­tu­gal, a mar­ca aca­ba de lan­çar cáp­su­las com 80% de alu­mí­nio re­ci­cla­do – até ao fi­nal do pró­xi­mo ano es­pe­ra-se que to­das as cáp­su­las da li­nha Ori­gi­nal se­jam com es­te ma­te­ri­al – e ar­ran­cou com um pro­je­to de en­tre­gas ver­des em Lis­boa, com as en­tre­gas a se­rem fei­tas por um veí­cu­lo ver­de dos CTT, evi­tan­do com is­so a emis­são de mais de 15 to­ne­la­das por ano de CO2. A com­pa­nhia tem vin­do a le­var a ca­bo es­for­ços pa­ra au­men­tar a ta­xa de re­ci­cla­gem das cáp­su­las, que no ano pas­sa­do se fi­xou nos 23%, atra­vés da re­co­lha em mais de 250 pon­tos de re­ci­cla­gem. A bor­ra do ca­fé re­co­lhi­da é reu­ti­li­za­da num com­pos­to agrí­co­la pa­ra ar­ro­zais, ten­do des­de 2010 si­do do­a­das mais de 600 to­ne­la­das de ar­roz ao Ban­co Ali­men­tar.

“De­ve­mos es­tar mais pró­xi­mos dos con­su­mi­do­res e par­ti­lhar ob­je­ti­vos e conquistas. No fi­nal de con­tas, to­dos pre­ci­sa­mos, pes­so­as e em­pre­sas, de con­tri­buir pa­ra cri­ar um fu­tu­ro mais sus­ten­tá­vel pa­ra o pla­ne­ta”, diz a no­va res­pon­sá­vel da Nes­pres­so em Por­tu­gal.

Be­be cer­ca de cin­co por dia – “se ti­ves­se de es­co­lher ape­nas um, con­fes­so ter um ca­ri­nho pes­so­al pe­lo Mas­ter Ori­gins In­do­né­sia” – e é pra­ti­can­te de wind­surf. Pre­ten­de co­nhe­cer o li­to­ral do país: “Se não es­ti­ver den­tro de água, es­pe­ro des­co­brir os me­lho­res lu­ga­res, co­nhe­cer pes­so­as no­vas e ex­pe­ri­men­tar a boa gas­tro­no­mia por­tu­gue­sa.”

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal