Diario de Noticias - DN + Dinheiro Vivo

Hu­go San­tos Men­des “Por­tu­gal vai a tem­po de ex­plo­rar as opor­tu­ni­da­des do 5G, mas tem de ace­le­rar”

- Santos · Portugal · Summit · Cascais · domain name · Nova

As opor­tu­ni­da­des aber­tas pe­la tec­no­lo­gia 5G vão cri­ar “uma no­va era in­dus­tri­al, uma re­vo­lu­ção tec­no­ló­gi­ca, ca­paz de gra­du­ar o per­fil da nos­sa eco­no­mia”, dis­se o no­vo se­cre­tá­rio de Es­ta­do Ad­jun­to e das Co­mu­ni­ca­ções no úl­ti­mo dia do Por­tu­gal Mo­bi Sum­mit, que de­cor­reu en­tre os di­as 8 e 9 em Cas­cais.

O go­ver­nan­te en­fa­ti­zou a ne­ces­si­da­de de ace­le­rar a in­tro­du­ção da tec­no­lo­gia. “Se res­pei­tar­mos to­do o sen­ti­do de ur­gên­cia des­te pro­ces­so, Por­tu­gal vai a tem­po de ex­plo­rar as opor­tu­ni­da­des”, afir­mou, di­ri­gin­do-se a to­dos os en­vol­vi­dos, en­ti­da­de re­gu­la­do­ra, ope­ra­do­res e mu­ni­cí­pi­os, que “têm uma mis­são na­ci­o­nal e, com o Go­ver­no, es­tão con­de­na­dos a en­ten­der-se”.

Hu­go San­tos Men­des co­me­çou por con­si­de­rar que o aces­so a bo­as re­des de co­mu­ni­ca­ções e a bom pre­ço “já não é um lu­xo, mas uma ne­ces­si­da­de e, por is­so mes­mo, ca­da vez mais um di­rei­to es­sen­ci­al”. E as­su­miu, sem ro­dei­os, que mui­to es­tá ain­da por fa­zer nes­te do­mí­nio em Por­tu­gal.

“Ca­be ao Es­ta­do pug­nar pe­la con­cre­ti­za­ção des­te di­rei­to, ga­ran­tin­do a aces­si­bi­li­da­de in­fra­es­tru­tu­ral, por um la­do, e a aces­si­bi­li­da­de ta­ri­fá­ria, por ou­tro. E es­ta, sa­be­mos, é uma obri­ga­ção que ain­da es­tá bem lon­ge de ser se­gui­da em Por­tu­gal”, ad­mi­tiu o go­ver­nan­te. Sem is­to, su­bli­nhou, “não é pos­sí­vel lu­tar con­tra o fos­so di­gi­tal nem ga­ran­tir ní­veis mí­ni­mos de igual­da­de no aces­so da po­pu­la­ção às co­mu­ni­ca­ções e não se­rá pos­sí­vel igual­men­te lu­tar pa­ra que a mai­o­ria da po­pu­la­ção pos­sa apren­der com­pe­tên­ci­as que ga­ran­tam igual­da­de de opor­tu­ni­da­des de tra­ba­lho on­de o do­mí­nio di­gi­tal é ca­da vez mais va­lo­ri­za­do”.

Hu­go San­tos Men­des fez ques­tão de no­tar que não são ape­nas as de­si­gul­da­des en­tre ci­da­dãos e ter­ri­tó­ri­os que pre­o­cu­pam o Go­ver­no. “As de­si­gual­da­des en­tre em­pre­sas de­vem me­re­cer a aten­ção das po­lí­ti­cas pú­bli­cas, em par­ti­cu­lar, nu­ma eco­no­mia tão du­al co­mo a por­tu­gue­sa”. Por is­so, re­for­çou, “é pa­ra o Go­ver­no im­pe­ra­ti­vo que as PME não per­cam o com­boio des­ta tran­si­ção”.

Até por­que, lem­brou, a in­dús­tria e os ser­vi­ços são jus­ta­men­te os sec­to­res que mai­or par­ti­do po­de­rão ti­rar da in­tro­du­ção do 5G.

Por to­do o le­que de opor­tu­ni­da­des pa­ra a eco­no­mia por­tu­gue­sa, Go­ver­no, re­gu­la­dor e ou­tros par­cei­ros “te­mos a obri­ga­ção de fa­zer com que o 5G se­ja em bre­ve uma re­a­li­da­de”, con­cluiu Hu­go San­tos Men­des.

—CAR­LA AGUI­AR

Re­gu­la­dor é “pre­po­ten­te e alhe­a­do”

Par­ti­lhan­do des­te sen­ti­do de ur­gên­cia, o CEO da Al­ti­ce, cri­ti­cou a en­ti­da­de re­gu­la­do­ra do se­tor (ANACOM) pe­lo atra­so na im­ple­men­ta­ção do 5G em Por­tu­gal. Ale­xan­dre Fonseca de­fen­deu “um Por­tu­gal a uma só ve­lo­ci­da­de” e is­so só é pos­sí­vel, diz, com a li­ga­ção dos in­ves­ti­men­tos pri­va­dos e do Es­ta­do pa­ra a de­mo­cra­ti­za­ção do aces­so às tec­no­lo­gi­as que li­gam a so­ci­e­da­de e com um re­gu­la­dor que não crie cli­va­gens en­tre por­tu­gue­ses.

“Não po­de­mos dei­xar que a No­va lei das Co­mu­ni­ca­ções Ele­tró­ni­cas re­ti­re a res­pon­sa­bi­li­da­de ao Es­ta­do de in­ves­tir em áre­as pri­o­ri­tá­ri­as. Não dei­xe­mos que a ide­o­lo­gia se subs­ti­tua a um fu­tu­ro tec­no­ló­gi­co. Não po­de­mos dei­xar que um re­gu­la­dor pre­po­ten­te, alhe­a­do, con­ti­nue a cri­ar cli­va­gens en­tre por­tu­gue­ses”, ati­rou Ale­xan­dre Fonseca.

“O su­ces­so do con­fi­na­men­to foi gra­ças às te­le­co­mu­ni­ca­ções, que fo­ram ca­pa­zes de le­var edu­ca­ção, saú­de, de pro­mo­ver a cultura. De li­gar as pes­so­as à vi­da. An­tes, tí­nha­mos a ideia de que a tec­no­lo­gia afas­ta­va as pes­so­as, ho­je te­mos per­fei­ta no­ção de que a tec­no­lo­gia apro­xi­ma os que es­tão lon­ge”, de­fen­deu o ges­tor, en­quan­to or­da­or do Por­tu­gal Mo­bi Sum­mit, que se re­a­li­zou no Cen­tro Cul­tu­ral de Cas­cais.

 ?? FO­TO: RI­CAR­DO GON­ÇAL­VES/GLO­BAL IMA­GENS ?? Hu­go San­tos Men­des, Se­cre­tá­rio de Es­ta­do Ad­jun­to e das Co­mu­ni­ca­ço­es fez uma in­ter­ven­çao so­bre o 5G.
FO­TO: RI­CAR­DO GON­ÇAL­VES/GLO­BAL IMA­GENS Hu­go San­tos Men­des, Se­cre­tá­rio de Es­ta­do Ad­jun­to e das Co­mu­ni­ca­ço­es fez uma in­ter­ven­çao so­bre o 5G.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal