VE­LO­CI­DA­DES A SU­BIR

PC Guia - - PLUG -

A nor­ma ori­gi­nal (USB 1.0) foi in­tro­du­zi­da ofi­ci­al­men­te em 1995 e fun­ci­o­na­va a uma ve­lo­ci­da­de re­la­ti­va­men­te bai­xa (mo­do Low Spe­ed): ape­nas 1,5 Mb/s, o que equi­va­le a 187,5 KB/s. Só com a che­ga­da da nor­ma USB 1.1, em 1998, é que as li­ga­ções USB con­se­gui­ram atin­gir uma ve­lo­ci­da­de dig­na de re­gis­to, com uma ve­lo­ci­da­de má­xi­ma teó­ri­ca de 12 Mb/s, o cor­res­pon­den­te a 1,5 MB/s (mo­do Full Spe­ed). Em 2000 foi in­tro­du­zi­da a nor­ma USB 2.0, que im­ple­men­ta­va o mo­do High-Spe­ed: ve­lo­ci­da­de má­xi­ma de 480 Mb/s (60 MB/s). Es­ta nor­ma per­mi­tiu ain­da a in­tro­du­ção do mo­do de car­re­ga­men­to de ba­te­ria. Em 2008 foi in­tro­du­zi­da a USB 3.0 (co­nhe­ci­do co­mo USB 3.1 Gen 1), que atra­vés do mo­do Su­perS­pe­ed ga­ran­te uma ve­lo­ci­da­de má­xi­ma teó­ri­ca de 5 Gb/s, o que, na re­a­li­da­de, cor­res­pon­de a 4 Gb/s, de­vi­do à que­bra em 20% da lar­gu­ra de ban­da de­vi­do à in­tro­du­ção de um sis­te­ma que ga­ran­te a in­te­gri­da­de dos da­dos (que per­mi­te recuperar 8 bits de da­dos em ca­da 10 bits en­vi­a­dos). Es­ta nor­ma per­mi­te uma

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.