DÁ-ME ENER­GIA

PC Guia - - PLUG -

A in­tro­du­ção da ali­men­ta­ção de dis­po­si­ti­vos pe­la li­ga­ção USB per­mi­tiu a eli­mi­na­ção dos ha­bi­tu­ais trans­for­ma­do­res, mais to­da a ca­bla­gem ne­ces­sá­ria, pa­ra ali­men­tar os mes­mos, is­to sem con­tar com a pou­pan­ça em ter­mos de cus­tos com o fa­bri­co e for­ne­ci­men­to dos trans­for­ma­do­res ex­ter­nos. De acor­do com a nor­ma ini­ci­al, a li­ga­ção USB es­ta­va preparada pa­ra trans­fe­rir até 500 mA de cor­ren­te na li­nha dos 5 V. Só com a che­ga­da da nor­ma USB 3.0 es­se va­lor su­biu pa­ra os 900 mA, co­mo for­ma de su­por­tar o au­men­to sig­ni­fi­ca­ti­vo das ta­xas de trans­fe­rên­cia. Com es­ta nor­ma pas­sou a exis­tir o mo­do de car­re­ga­men­to, que “des­li­ga” os da­dos, per­mi­tin­do as­sim au­men­tar o va­lor da cor­ren­te de 900 pa­ra 1500 mA. Com a nor­ma USB 3.1, o mo­do de car­re­ga­men­to au­men­to o va­lor da cor­ren­te pa­ra uns im­pres­si­o­nan­tes 5A, e a vol­ta­gem pa­ra um va­lor má­xi­mo de 20 V, re­for­çan­do o po­ten­ci­al da li­ga­ção USB en­quan­to nor­ma pa­ra car­re­ga­men­to de dis­po­si­ti­vos. dis­po­si­ti­vos de ta­ma­nho mé­dio ou mé­dio bai­xo, co­mo câ­ma­ras de fo­to­gra­far e fil­mar. Pa­ra dis­po­si­ti­vos mais com­pac­tos, co­mo smartpho­nes e ta­blets, a nor­ma uti­li­za­da por de­fei­to é a Mi­cro USB, na sua ver­são Mi­cro-B, que re­ce­be um re­for­ço a ní­vel de ro­bus­tez, com o apa­re­ci­men­to de um sis­te­ma de re­ten­ção no en­cai­xe. Os en­cai­xes Su­perS­pe­ed, na li­ga­ção com o pe­ri­fé­ri­co, dis­põem de um acres­cen­to pa­ra os cin­co con­tac­tos adi­ci­o­nais, pa­ra ga­ran­tir a ve­lo­ci­da­de de trans­fe­rên­cia su­pe­ri­or. Em­bo­ra na li­ga­ção com o pe­ri­fé­ri­co co o o ti­po de en­cai­xe se­ja úni­co, no la­do de re re­cep­ção cep­ção (li­ga­ção ao PC) do ti­po A o en­cai­xe eé é com­pa­tí­vel com to­das as normas US USB. SB.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.