LINUX

PC Guia - - CONTENTS - POR AN­DRÉ PAU­LA

Sa­ber on­de e co­mo ins­ta­lar uma dis­tri­bui­ção é fun­da­men­tal pa­ra dei­xar o sis­te­ma ao seu gos­to.

Após ins­ta­la­ção de uma dis­tri­bui­ção, pro­cu­rar e ins­ta­lar apli­ca­ções é tão na­tu­ral co­mo en­trar nu­ma lo­ja e pro­cu­rar pe­los ar­ti­gos que que­re­mos com­prar. Sa­ber on­de e co­mo ins­ta­lar é fun­da­men­tal pa­ra dei­xar o sis­te­ma ao seu gos­to. Nes­ta edi­ção vou fa­lar so­bre pa­co­tes, de­pen­den­ci­as, re­po­si­tó­ri­os e ges­to­res de pa­co­tes. O QUE SÃO PA­CO­TES?

As apli­ca­ções são um con­jun­to de pa­co­tes, por is­so, qu­an­do se fa fa­la em ‘pa­co­tes Linux’, fa­la-se de sof soft­ware, que con­tem ar­qui­vos, ins­tru­ções e bi­bli­o­te­cas que fo­ram com­pi­la­dos e dis­po­ni dis­po­ni­bi­li­za­dos em for­ma­to bi­ná­rio e com có­di­go-fon­te. có­di­go O for­ma­to bi­ná­rio é m mais fá­cil de ins­ta­lar, por­que não pre­ci­sa de re­com­pi­la­ção e, re­gra ge­ral, exis­te ape ape­nas um fi­chei­ro, com ex­ten­são DEB, pa­co­te pa­co­tes De­bi­an, ou RPM, e pa­co­tes Red Hat, à sem se­me­lhan­ça dos ficheiros exe­cu­tá­veis do Win­do Windows (EXE). Já o for­ma­to ‘có­di­go-fon­te’ ‘có­di­goé mais usa­do qu­an­do se quer adap adap­tar o pro­gra­ma a de­ter­mi­na­das si­tu­a­ções – por is­so, pre­ci­sa de ser re­com­pi­la­do, o que, na mai­o­ria dos ca­sos, não é o mais prá­ti­co, pois é fei­to usan­do o Ter­mi­nal do Linux, co­mo po­dem ver no guia de ins­ta­la­ção des­ta edi­ção do Ke­e­pas­sx. Re­gra ge­ral, es­tes es­tão com­pri­mi­dos no for­ma­to TAR, exi­gin­do al­gum grau téc­ni­co. Os mais co­mer­ci­ais e prá­ti­cos são os bi­ná­ri­os, que po­dem ser ins­ta­la­dos fa­cil­men­te usan­do ges­to­res de pa­co­tes. Mas, afi­nal, o que são?

GES­TO­RES DE PA­CO­TES

Pa­ra fa­ci­li­tar to­do o pro­ces­so de down­lo­ad e ins­ta­la­ção, to­das as dis­tri­bui­ções usam

ges­to­res de pa­co­tes, que são is­so mes­mo: pro­gra­mas que os ge­rem e que fa­zem o tra­ba­lho por nós, dis­po­ni­bi­li­zan­do as de­pen­dên­ci­as, que são ne­ces­sá­ri­as pa­ra que o pro­gra­ma fun­ci­o­ne e se­ja ins­ta­la­do cor­rec­ta­men­te, sem ter­mos de nos pre­o­cu­par com is­so. To­dos eles en­con­tram-se nos cha­ma­dos ‘re­po­si­tó­ri­os’, cen­trais de ar­ma­ze­na­men­to on­de os ges­to­res de pa­co­tes co­mu­ni­cam. Pen­sem ne­les co­mo a Play Sto­re do An­droid, on­de es­tá tu­do lá: é só pro­cu­rar e ins­ta­lar. No en­tan­to, es­tes ges­to­res, fa­zem mais que ape­nas ins­ta­lar soft­ware – per­mi­tem ac­tu­a­li­zar, re­mo­ver, re­sol­ver conflitos em al­gu­ma de­pen­dên­cia, ou pa­co­te de soft­ware ins­ta­la­do, bem co­mo ac­tu­a­li­zar o sis­te­ma. Um exem­plo de ges­to­res de pa­co­tes pa­ra dis­tri­bui­ções com ba­se em De­bi­an, co­mo o Ubun­tu, são o DPKG e o APT, sen­do o pri­mei­ro usa­do, re­gra ge­ral, pa­ra ins­ta­lar pa­co­tes de soft­ware in­di­vi­du­ais e re­cor­ren­do ao ter­mi­nal. Já o APT per­mi­te usar re­po­si­tó­ri­os de pa­co­tes, que se en­con­tram em cen­trais de ar­ma­ze­na­men­to e on­de já se ins­ta­lam as de­pen­dên­ci­as ne­ces­sá­ri­as. O APT po­de ser usa­do no ter­mi­nal, ou em mo­do grá­fi­co, o que, ho­je em dia, faz to­do o sen­ti­do. Se, por al­gu­ma ra­zão, o pa­co­te de soft­ware que qui­se­rem ins­ta­lar, não es­ti­ver dis­po­ní­vel no ges­tor de pa­co­tes, po­dem fa­zer o down­lo­ad no si­te ofi­ci­al do mes­mo; se for um pa­co­te DEB, pa­ra De­bi­an e de­ri­va­dos, po­de ser ins­ta­la­do usan­do um ins­ta­la­dor de pa­co­tes mui­to uti­li­za­do cha­ma­do Gde­bi, que fa­rá a ins­ta­la­ção em ape­nas um cli­que.

CON­CLU­SÃO

Te­nham em men­te que qual­quer soft­ware que qui­se­rem ins­ta­lar es­tá dis­po­ní­vel, ou no web­si­te ofi­ci­al, ou en­tão co­mo re­co­men­da­ção, no ges­tor de pa­co­tes da dis­tri­bui­ção que ins­ta­la­rem. Es­tes ges­to­res de­pen­dem do soft­ware que ins­ta­la­rem, mas, qual­quer que se­ja a vos­sa es­co­lha, po­dem es­pe­rar um sis­te­ma bem es­tru­tu­ra­do e com tu­do aqui­lo de que pre­ci­sam pa­ra o uso diá­rio.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.