O bom tra­ba­lho de Ti­a­go Fer­nan­des

Record (Portugal) - - OPINIÃO -

lei­ro te­ve mi­nu­tos im­por­tan­tes nos três jo­gos di­ri­gi­dos pe­lo ar­gen­ti­no.

À mar­gem da Li­ga, den­tro de pou­co tem­po o Re­al Ma­drid dis­pu­ta­rá o Mun­di­al de Clu­bes, ten­tan­do re­e­di­tar o tí­tu­lo con­quis­ta­do nos dois úl­ti­mos anos. Ao ní­vel de ima­gem e de pres­tí­gio in­ter­na­ci­o­nal, o tor­neio é pri­o­ri­tá­rio pa­ra os blan­cos, mui­to mais de­pois de per­de­rem a Su­per­ta­ça Eu­ro­peia an­te o Atlé­ti­co Ma­drid, em Tal­lin.”

Ao ler es­te ar­ti­go, pen­sei em du­as coi­sas. A pri­mei­ra é que es­ta se­rá a gran­de opor­tu­ni­da­de de So­la­ri. Se ga­nhar o Mun­di­al de Clu­bes, se­rá o trei­na­dor do Re­al até ao fi­nal da tem­po­ra­da; ca­so con­trá­rio, sai­rá, por mui­to apoio que te­nha den­tro do bal­neá­rio e por mui­tas que se­jam as ma­ni­fes­ta­ções pú­bli­cas dos fu­te­bo­lis­tas blan­cos a ava­li­za­rem a sua continuidade, co­mo, por exem­plo, foi o ca­so de Na­cho, após o jo­go da Ta­ça do Rei: “Tra­ba­lha­mos co­mo se So­la­ri fi­cas­se con­nos­co to­da a tem­po­ra­da”, ou de Ka­rim Ben­ze­ma – “Por­que não po­de con­ti­nu­ar até fi­nal de tem­po­ra­da?” –, na quar­ta-fei­ra, de­pois de ga­nhar o jo­go da Cham­pi­ons Le­a­gue, no Doo-

O JO­VEM TREI­NA­DOR INTERINO DO SPOR­TING GA­NHOU NOS AÇO­RES E EMPATOU EM LON­DRES, FREN­TE AO GRAN­DE AR­SE­NAL. SE VARANDAS NÃO TI­VES­SE JÁ SUBSTITUTO PA­RA PESEIRO, A CONTINUIDADE NO CAR­GO ESTARIA JUS­TI­FI­CA­DA

Co­nhe­ço-o pra­ti­ca­men­te des­de que nas­ceu e con­vi­vi com o seu pai, o meu que­ri­do e gran­de ca­pi­tão Ma­nu­el Fer­nan­des. Co­mo o fu­te­bol dá mui­tas vol­tas, é mui­to pro­vá­vel que mais tar­de ou mais ce­do o Ti­a­go vol­te a ter ou­tra opor­tu­ni­da­de, mas com mais tem­po. Pa­ra­béns, Ti­a­gui­nho. For­ça, cam­peão!

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.