O mun­do da ma­gia

TV Guia - - Séries -

Da pri­mei­ra para a se­gun­da emis­são, Im­pos­sí­vel per­deu 115 mil es­pec­ta­do­res. De­pois de uma es­treia aus­pi­ci­o­sa, no pri­mei­ro fim­de-se­ma­na de Se­tem­bro, com 14,2% desh are, o pro­gra­ma des­ceu­par apou­co mais de 10% no Sá­ba­do a se­guir, e fi­cou abai­xo da mé­dia da es­ta­ção. Im­pos­sí­vel é um ob­jec­to es­tra­nho e di­fí­cil de ca­ta­lo­gar. Tra­ta-se de uma es­pé­cie de talk show, com um sofá on­de fi­cam os con­vi­da­dos. O ali­nha­men­to é pon­tu­a­do por uma sé­rie de per­for­man­ces, as quais, sem­pre que pos­sí­vel, en­vol­vem os con­vi­da­dos cen­trais. Par­te subs­tan­ci­al do con­teú­do tem a ver com a ma­gia, com au­tên­ti­cas es­tre­las

Im­pos­sí­vel é um for­ma­to ori­gi­nal de Luís de Matos, é emi­ti­do em di­rec­to das ins­ta­la­ções da em­pre­sa do má­gi­co, em An­sião, e apa­re­ce co­mo um ob­jec­to es­tra­nho na gre­lha da RTP1

mun­di­ais–Da­vid Cop­per­fi­eld, por exem­plo, é um dos ele­men­tos fi­xos da emis­são. Luís de Matos mos­tra que pas­sou ao la­do de uma car­rei­ra só­li­da co­mo apre­sen­ta­dor. Faz a ges­tão dos con­teú­dos com de­sen­vol­tu­ra, mes­mo quan­do tem de fazer tra­du­ção si­mul­tâ­nea de con­vi­da­dos es­tran­gei­ros. Oce­ná­ri­oé vis­to­so e efi­caz, e a pro­du­ção dei­xa bem à vis­ta to­do o di­nhei­ro in­ves­ti­do, e que não de­ve ter si­do pou­co. Ora, com to­da es­ta com­ple­xi­da­de de pro­du­ção, e com es­tre­las glo­bais em di­rec­to, nu­ma área tão po­pu­lar co­mo a ma­gia, o que fal­ta para fazer de Im­pos­sí­vel um ver­da­dei­ro es­pec­tá­cu­lo para to­da a fa­mí­lia, no se­rão de Sá­ba­do? Creio que um dos pro­ble­mas ac­tu­ais da RTP1éa he­te­ro­ge­nei­da­de do ca­nal. Não pa­re­ce ha­ver um con­cei­to de on­de ema­nam as apos­tas, an­te su­ma man­ta de re­ta­lhos que se jun­tam qua­se por aca­so.Sente-seis­so­com Im­pos­sí­vel: o des­con­for­to de es­tar a ver um pro­gra­ma mo­der­no num ca­nal ob­so­le­to. Es­tra­nha-se e não se en­tra­nha.

Luís de Matos dá pro­vas de ser bom apre­sen­ta­dor.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.