Di­vi­di­do en­tre mu­lhe­res

Os ami­gos do pre­si­den­te do FC Por­to aplau­dem o re­a­tar da re­la­ção com a em­pre­sá­ria, de 31 anos, mas is­so co­lo­ca o lí­der dos dra­gões em ro­ta de co­li­são com o fi­lha, Jo­a­na, que não se dá com a bra­si­lei­ra

TV Guia - - A Escaldar - TEXTO ANA CRISTINA ESTEVEIRA | FO­TOS COFINA MEDIA

De­pois de ter­mi­na­do o ro­man­ce com Síl­via Cos­ta, Pin­to da Cos­ta, de 79 anos, vol­tou a apro­xi­mar-se da ex-mu­lher, Fer­nan­da Mi­ran­da, de 31. Uma re­a­pro­xi­ma­ção que tem si­do mui­to dis­cre­ta e que a jovem não con­fir­ma… mas tam­bém não des­men­te. Em en­tre­vis­ta à re­vis­ta Ca­ras,deixou de ma­ni­fes­ta ro­que sen­te pe­lo ex-ma­ri­do: “Te­nho res­pei­to e ca­ri­nho pe­lo Nu­no .” Já so­bre uma pos­sí­vel­re con­ci­li­a­ção foi pe­remp­tó­ria :“Nãoéum­ce­ná rio que se co­lo­que nes­te mo­men­to. Es­tou fo­ca­da em mim, no meu fi­lho e nes­te meu pro­jec­to [re­fe­rin­do-se à li­nha de sa­pa­tos, a Mi-Môh, de venda on­li­ne].”

Ain­da que não se con­fir­me a re­a­pro­xi­ma­ção en­tre o pre­si­den­te do FC Por­to e a ver da de é que o an­ti­go ca­sal con­ti­nua uni­do por um ca­ri­nho mú­tuo, mas tam­bém por ne­gó­ci­os. Al­gu­mas fon­tes con­tac­ta­das pe­la TV Guia acre­di­tam que por de­trás do ne­gó­cio da jovem bra­si­lei­ra es­tá um in­ves­ti­men­to fei­to pe­lo lí­der dos dra­gões. “É ele quem es­tá a fi­nan­ci­ar a li­nha de sa­pa­tos da Fer­nan­da, ca­so con­trá­rio não era pos­sí­vel ela re­a­li­zar es­te so­nho. Até po­de ter uma boa pen­são de ali­men­tos, mas não é su­fi­ci­en­te pa­ra pôr o ne­gó­cio a fun­ci­o­nar”, avan­ça­ram à nos­sa re­vis­ta.

DEFENDIDO PE­LOS AMI­GOS

É pre­ci­sa­men­te a dis­cri­ção de Fer­nan­da Mi­ran­da um adas ca­rac­te­rís­ti­cas que Jor­ge Nu­no Pin­to da Cos­ta mais ad­mi­ra na ex-mu­lher .“Ele apre­ci­ou o fac to­da Fer­nan­da se ter man­ti­do em si­lên­cio após o di­vór­cio e nun­ca ter ce­di­do à pres­são dos jor­na­lis­tas pa­ra fa­lar. Além dis­so, o Pin­to da Cos­ta re­co­nhe­ce o quan­to ela foi es­sen­ci­al em mo­men­tos mais di­fí­ceis da sua vi­da, es­pe­ci­al­men­te pro­vo­ca­dos por pro­ble­mas de saú­de. A in­gra­ti­dão não faz, de to­do, par­te da per­so­na­li­da­de do pre­si­den­te. É ge­ne­ro­so pa­ra quem é ge­ne­ro­so pa­ra com ele”, con­tou um ami­go do lí­der por­tis­ta que pre­fe­re man­ter o ano­ni­ma­to.

Uma ou­tra amiga de lon­ga da­ta de Pin­to da Cos­ta, Lau­rin­da Aze­ve­do, de 63 anos, tam­bém não acre­di­ta na re­con­ci­li­a­ção com Fer­nan­da Mi­ran­da. “Tal co­mo a Fer­nan­da, tam­bém eu es­ti­ve em Lis­boa quan­do o FC Por­to foi jo­gar com o Spor­ting e is­so não quer di­zer ab­so­lu­ta­men­te na­da. Ao que sei, a Fer­nan­da não es­te­ve com o pre­si­den­te mas com o [an­ti­go jo­ga­dor] Fer­nan­do Go­mes e com a mu­lher de­le… São mui­to ami­gos. Mas se vol­tar pa­ra o Pin­to da Cos­ta pen­so que é uma­co is amais do que nor­mal…é pre­ci­so é que se en­ten­dam e se­jam fe­li­zes. Mas, nes­te mo­men­to, acre­di­to que aqui­lo que os une é uma bo­ni­ta ami­za­de”, ad­vo­ga.

Lau­rin­da des­men­te ain­da al­guns ru­mo­res de que te­ria uma “re­la­ção mais es­pe­ci­al” com Pin­to da Cos­ta. “Is­so é tu­do men­ti­ra. Acom­pa­nho mui­tas vezes a equi­pa eé na---

-tu­ral que co­nhe­ça o pre­si­den­te e que o cum­pri­men­te, co­mo fa­ço, de res­to, com to­das as ou­tras pes­so­as”, es­cla­re­ceu a adep­ta do FC Por­to.

DEDICADO À FA­MÍ­LIA

Um ho­mem da­do ao amor e aos amo­res, Jor­ge Nu­no Pin­to da Cos­ta po­de­rá ter ti­do ain­da um bre­ve ro­man­ce com uma mé­di­ca do Hos­pi­tal de São João, que su­pos­ta­men­te co­nhe­ceu du­ran­te o pe­río­do de con­va­les­cen­ça após uma que­da em sua ca­sa e es­ta­va a vi­ver com Síl­via Cos­ta. Há in­clu­si­va­men­te quem apon­te a es­te fu­gaz ro­man­ce a ra­zão pa­ra que o pre­si­den­te do FC Por­to te­nha pos­to um pon­to fi­nal no ro­man­ce com Síl­via.

“Não sei na­dad is­so. O que ve­joéop re­si­den­te mui­to dedicado aos dois fi­lhos, à Jo­a­na e ao Alexandre, tal co­mo à ne­ta”, avan­ça Lau­rin­da. Mas é pre­ci­sa­men­te a fa­mí­lia que mais se preocupa com os ro­man­ces do lí­der dos dra­gões. “A Jo­a­na não gostou na­da de sa­ber que a Fer­nan­da es­ta­va a ten­tar apro­xi­mar-se no­va­men­te. Ela, in­clu­si­va­men­te, ten­tou vi­si­tá-lo no hos­pi­tal, mas Pin­to da Cos­ta aca­bou por não a re­ce­ber… uma ati­tu­de que mui­to agra­dou à Jo­a­na”, re­ve­lam à nos­sa re­vis­ta.

Em opo­si­ção à opi­nião da fa­mí­lia es­tá a dos ami­gos mais che­ga­dos do lí­der por­tis­ta. Na sua es­ma­ga­do­ra mai­o­ria, to­dos con­si­de­ram que Fer­nan­da Mi­ran­da é a mu­lher cer­ta: pe­la sua dis­cri­ção e pe­la paz e tran­qui­li­da­de que traz a Jor­ge Nu­no Pin­to da Cos­ta.

Lau­rin­da Aze­ve­do es­te­ve em Lis­boa no dia

em que Fer­nan­da foi ao ho­tel dos

azuis e bran­cos. Diz não acre­di­tar no na­mo­ro en­tre os dois. E ex­pli­ca o

porquê.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.