FES­TE­JAR, CE­LE­BRAR …?

TV Guia - - Audiências -

A SIC fez 25 anos de vi­da… e fes­te­jou. A per­gun­ta de mui­to boa gen­te faz sen­ti­do: ha­via ra­zões pa­ra fes­te­jar? De­pois de tan­tos anos a per­der pa­ra a TVI? De­pois de tan­tos anos sem ga­nhar de ma­nhã, de tar­de, de noi­te? De­pois de tan­tas apos­tas fa­lha­das? De­pois de tanta gen­te dis­pen­sa­da de um dia pa­ra o ou­tro, co­mo acon­te­ceu até no ano das bo­das de pra­ta?

Não vou aqui ser tão ra­di­cal… mas a ver­da­de é que… não se po­den­do dei­xar pas­sar as bo­das de pra­ta em bran­co, tam­bém é ver­da­de que se não ha­via mui­tas ra­zões pa­ra se ce­le­brar. No fun­do, o que é que a SIC faz 25 anos de­pois de ter si­do fun­da­da?

A te­le­vi­são que já não tem

Jo­sé Al­ber­to Carvalho, Catarina Fur­ta­do, Jor­ge Ga­bri­el, Pau­lo Ca­ma­cho, António Pe­rez Me­te­lo, António Can­ce­la, Nu­no San­tos, João Ade­li­no Fa­ria, Ana

Lou­ren­ço ou Al­ber­ta Marques Fernandes…? A te­le­vi­são que pôs de la­do Bár­ba­ra Gui­ma­rães nu­ma fa­se em que ela mais pre­ci­sa­va? A te­le­vi­são que…

Uma no­ta de pro­fun­da tris­te­za: por­que é que Emí­dio Ran­gel, que fez a SIC, e abriu as por­tas a tan­tos dos que são ho­je (ain­da) qua­dros da em­pre­sa, é tão es­que­ci­do nes­tas oca­siões? Fe­liz­men­te que mui­tos dos que fo­mos lan­ça­dos por ele nun­ca lhe dei­xa­re­mos de agra­de­cer. Eu fa­lo por mim…

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.