Sa­bia que...

TV Guia - - Novelas -

di­tar que o fi­lho es­ta­va mor­to! Não há des­cul­pa pos­sí­vel pa­ra is­to!” Fi­li­pa ten­ta ex­pli­car-se, mas não con­se­gue ar­ran­jar pa­la­vras que so­lu­ci­o­nem a si­tu­a­ção. “A Re­na­ta es­ta­va de­ses­pe­ra­da pa­ra ter um be­bé. Eu ti­nha a cer­te­za de que ela ia cui­dar bem…”

O ir­mão de Ti­a­go (Re­na­to Go­di­nho) fi­ca lí­vi­do com a res­pos­ta e qua­se agri­de a ex-mu­lher. “Po­di­as ter-te re­cu­sa­do! Po­di­as ter-me avi­sa­do! Tens tan­ta cul­pa co­mo a mi­nha mãe!” Fi­li­pa ar­gu­men­ta que, se o ti­ves­se fei­to, o te­ria per­di­do, mas ele há mui­to dei­xou de a ou­vir. “Odeio-te! E, a ca­da dia que pas­sa, odeio-te ca­da vez mais! Des­truís­te a mi­nha vi­da em no­me des­se su­pos­to amor que tens por mim!” Fi­li­pa apres­sa-se a cul­par Sa­ra. “A tua mãe usou-me. Con­ven­ceu-me de que era a coi­sa cer­ta… Ela é que que­ria ver-se li­vre do be­bé, um fi­lho teu com a Ri­ta era um her­dei­ro do im­pé­rio Vi­di­gal…” O avi­a­dor res­pi­ra fun­do, pois te­me fa­zer al­go que se ar­re­pen­da. Em vez dis­so, per­gun­ta à jo­vem se ela vai con­tar o que lhe re­ve­lou à Po­lí­cia. Ela fi­ca cho­ca­da e diz que só lhe con­tou aqui­lo a ele e não o re­pe­ti­rá a mais nin­guém. Ele não per­ce­be en­tão por que é que Fi­li­pa lhe re­ve­lou aqui­lo. A jo­vem con­ta que a es­tão a ten­tar ma­tar. Já a rap­ta­ram e agre­di­ram e ela te­me pe­la sua vi­da. An­tó­nio, con­tu­do, ga­ran­te que is­so pou­co lhe in­te­res­sa. “Eu não atra­ves­sa­va a rua pa­ra te sal­var! Por mim, quem quer que te te­nha ata­ca­do, po­de fa­zer de ti o que qui­ser.”

Fi­li­pa apro­vei­ta e cul­pa Sa­ra. Diz ter a cer­te­za de que é a mãe de­le que a quer ca­lar, mas o avi­a­dor já não quer sa­ber... ape­nas se ti­ver al­go em tro­ca. “Se a mi­nha mãe te ma­tar e eu pu­der ati­rá-la pa­ra a ca­deia, ga­ran­to-te que apro­vei­to a opor­tu­ni­da­de”, diz. A cam­pai­nha co­me­ça a to­car. An­tó­nio em­pur­ra Fi­li­pa pa­ra es­ta sair da fren­te. É Ri­ta que es­tá do ou­tro la­do da por­ta. Ele abre a por­ta e a jo­vem vê Fi­li­pa to­da es­far­ra­pa­da e es­tra­nha. “Es­tá tu­do bem?” Mas, an­tes de ter res­pos­ta, ela sai. An­tó­nio fi­ca mui­to ten­so à me­di­da que Ri­ta lhe faz per­gun­tas. “Vo­cês es­ta­vam a dis­cu­tir… Ou­vi­am-se os gri­tos lá fo­ra…” Ele na­da diz.

ao Fer­nan­do as­sis­te

Fi­li­pa sai mo­men­to em que

de An­tó­nio. Na rua, de casa

do apa­nha a ex-mu­lher

o que avi­a­dor e per­gun­ta-lhe

fa­zer ali. é que ela es­te­ve a

e co­me­ça Ela fi­ca as­sus­ta­da

e Sa­ra pen­sar se Fer­nan­do a

se­rão res­pon­sá­veis não pe­lo que lhe acon­te­ceu.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.