PE­DA­LA­DAS

Du­as mo­da­li­da­des do ci­clis­mo têm tu­do pa­ra ar­re­ben­tar no Rio, gra­ças à par­ti­ci­pa­ção de atle­tas bra­si­lei­ros

Sport Life - - NESTA EDIÇÃO - João Ma­ga­lhães Mar­ke­ting da Shi­ma­no La­tin Ame­ri­ca bike.shi­ma­no.com.br

Co­mo o moun­tain bike po­de se tor­nar um es­por­te po­pu­lar

Fal­ta pou­co pa­ra a Rio-2016! Se­rá a pri­mei­ra Olim­pía­da re­a­li­za­da no Bra­sil, a pri­mei­ra vez na Amé­ri­ca do Sul. O mai­or es­pe­tá­cu­lo do es­por­te mun­di­al se­rá bem aqui, no “quin­tal de ca­sa”, o Rio de Ja­nei­ro. Den­tre tan­tos es­por­tes e com­pe­ti­ções que o bra­si­lei­ro te­rá a opor­tu­ni­da­de de as­sis­tir ao vi­vo, des­ta­co du­as que po­dem nos dar bo­as sur­pre­sas e, cla­ro, aju­dar a pro­mo­ver mais o nos­so es­por­te: o MTB e o BMX. O re­pre­sen­tan­te bra­si­lei­ro do moun­tain bike é Hen­ri­que Avan­ci­ni, que vem fa­zen­do um ex­ce­len­te tra­ba­lho com im­por­tan­tes re­sul­ta­dos nos úl­ti­mos dois anos, mos­tran­do o quan­to es­sa mo­da­li­da­de de ci­clis­mo evo­luiu no país. Tan­to é que o atle­ta, de 26 anos, na­tu­ral do Rio de Ja­nei­ro, ho­je com­pe­te por uma con­cei­tu­a­da equi­pe es­tran­gei­ra: a Can­non­da­le Fac­tory Ra­cing. Já no MTB fe­mi­ni­no, a dis­pu­ta pe­la úni­ca va­ga olím­pi­ca es­te­ve bas­tan­te acir­ra­da até o iní­cio de 2016, quan­do Rai­za Gou­lão (da equi­pe Spe­ci­a­li­zed Ra­cing BR/Shi­ma­no) mos­trou mui­ta for­ça e de­ter­mi­na­ção pa­ra as­se­gu­rar sua pre­sen­ça na Olim­pía­da. A jo­vem goi­a­na de 24 anos te­ve uma tra­je­tó­ria fan­tás­ti­ca nos úl­ti­mos três anos e po­de­rá ser uma gra­ta sur­pre­sa pa­ra os tor­ce­do­res bra­si­lei­ros. Com­pe­tin­do sem­pre com mui­ta garra e dis­po­si­ção, Rai­za, mes­mo re­la­ti­va­men­te jo­vem no es­por­te, po­de­rá fi­gu­rar en­tre as top 10 da Rio-2016. Is­so se­ria um re­sul­ta­do ma­ra­vi­lho­so, con­si­de­ran­do que a atle­ta co­me­çou nes­se es­por­te há cer­ca de seis anos. Te­mos tam­bém o BMX, mo­da­li­da­de emo­ci­o­nan­te de as­sis­tir. Com seu per­cur­so de­sa­fi­a­dor e ex­tre­ma­men­te com­pe­ti­ti­vo, a mo­da­li­da­de tem tu­do pa­ra ga­nhar mui­tos fãs, in­clu­si­ve en­tre o pú­bli­co mais jo­vem. Além do as­pec­to ra­di­cal do es­por­te, no BMX te­mos um atle­ta que de­fi­ni­ti­va­men­te tem con­di­ções de lu­tar por me­da­lha: Re­na­to Re­zen­de (atle­ta Cai­xa/Nis­san/Shi­ma­no). O jo­vem, na­tu­ral do Rio de Ja­nei­ro (ho­je re­si­den­te em Chu­la Vis­ta, Ca­li­fór­nia, EUA), fi­gu­ra en­tre os me­lho­res do mun­do. Re­na­to te­rá ain­da a for­ça e a ener­gia da tor­ci­da bra­si­lei­ra a seu fa­vor. E que nin­guém du­vi­de de que nas pro­vas do Re­na­to a tor­ci­da vai ser gi­gan­te e fa­zer mui­to ba­ru­lho! Não que­ro nem pen­sar no quan­to uma me­da­lha em al­gu­ma des­sas mo­da­li­da­des aju­da­ria a im­pul­si­o­nar o ci­clis­mo no Bra­sil. Fi­co na tor­ci­da, eu e mi­lhões de bra­si­lei­ros que sa­bem que aqui não é ape­nas no fu­te­bol que man­da­mos bem! Es­tá che­gan­do a ho­ra. Bo­ra tor­cer!

João Ma­ga­lhães

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.