Evo­lu­ção de de­grau em de­grau

Sport Life - - RUNNING # VETERANOS -

No ano se­guin­te ao lan­ça­men­to do Pro­run­ner, a placa Wave já deu um sal­to de me­lho­ri­as. “Lan­ça­mos a ver­são va­za­da no mo­de­lo Wave Ri­der 2, que trou­xe mai­or ab­sor­ção de im­pac­to em re­la­ção ao pri­mei­ro cal­ça­do”, con­ta Ro­dri­go Bar­rei­ros, ge­ren­te de pro­du­to da Mizuno no Bra­sil. Ou­tra mu­dan­ça re­le­van­te da su­ces­so­ra foi o seu pe­so: era 35 g mais le­ve sem dei­xar de ofe­re­cer con­for­to e res­pon­si­vi­da­de às pas­sa­das. Ao lon­go dos anos , pe­que­nas al­te­ra­ções fo­ram apli­ca­das de acor­do com o fe­ed­back do pú­bli­co, mas na­da de mu­dan­ças abrup­tas: a mai­or pre­o­cu­pa­ção da Mizuno sem­pre foi pre­ser­var a iden­ti­da­de de sua tec­no­lo­gia. Em 2007, ou­tra no­vi­da­de: o sur­gi­men­to da placa In­fi­nity Wave no Wave Cre­a­ti­on 8, um tê­nis ro­bus­to, cu­jos pon­tos for­tes são o amor­te­ci­men­to e a es­ta­bi­li­da­de. A In­fi­nity Wave, co­mo o pró­prio no­me en­tre­ga, é mais du­rá­vel por ser con­fec­ci­o­na­da com um ma­te­ri­al bem re­sis­ten­te e sus­ten­tá­vel, cha­ma­do de Pe­bax. É ide­al pa­ra os cor­re­do­res mais pe­sa­dos e pa­ra trei­nos lon­gos, pois aguen­ta bem a de­for­mi­da­de na­tu­ral cau­sa­da pe­lo im­pac­to da pi­sa­da. A lon- ge­vi­da­de tam­bém es­tá as­so­ci­a­da à com­bi­na­ção de du­as pla­cas na en­tres­so­la, que se­gu­ram mais a bron­ca do que o co­nhe­ci­do EVA. Al­guns mo­de­los da placa Wave tra­di­ci­o­nal são fei­tos de TPU ( prin­ci­pal­men­te os de per­for­man­ce). Ou­tros uti­li­zam tam­bém o Pe­bax co­mo ma­té­ria-pri­ma.

Afi­nal, co­mo es­sa tec­no­lo­gia se man­tém há tan­to tem­po nos pés dos cor­re­do­res? “A placa Wave reú­ne to­dos os atri­bu­tos de que um cor­re­dor pre­ci­sa. Tra­ta- se de uma pe­ça úni­ca, que en­tre­ga uma pas­sa­da su­a­ve, con­for­to e es­ta­bi­li­da­de pa­ra to­dos os cor­re­do­res, in­de­pen­den­te­men­te do seu es­ti­lo de ater­ris­sa­gem”, ex­pli­ca Bar­rei­ros. Por ser ex­tre­ma­men­te fle­xí­vel, é pos­sí­vel mol­dá- la de acor­do com a ne­ces­si­da­de do cor­re­dor. Ou se­ja, ela po­de es­tar pre­sen­te em mo­de­los mais es­tru­tu­ra­dos, pa­ra cor­re­do­res mais pe­sa­dos e que pre­ci­sam de amor­te­ci­men­to, co­mo o Prophecy; ou em cal­ça­dos mais le­ves com drops ( al­tu­ra do so­la­do) bem dis­cre­tos, co­mo o Hi­to­ga­mi.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.