DRIBLANDO OS EFEI­TOS

Sport Life - - PARABÓLICA -

Quan­do se man­tém a ali­men­ta­ção ade­qua­da, pra­ti­car o jejum intermitente é um pro­ces­so tran­qui lo, sem com­pul­são ou mes­mo fo­me. Con­tu­do, em al­guns ca­sos, po­dem sur­gir sin­to­mas co­mo dor de ca­be­ça ou in­dis­po­si­ção, es­pe­ci­al­men­te no iní­cio da prá­ti­ca. “Es­ses ca­sos cos­tu­mam es­tar re­la­ci­o­na­dos à fal­ta de sal ou pe­la fal­ta de adap­ta­ção à ali­men­ta­ção for­te. Por is­so, é re­co­men­da­do co­lo­car um pou­qui­nho de sal na água para re­por o só­dio”, re­co­men­da Po­les­so. A fo­me tam­bém po­de apa­re­cer du­ran­te as ho­ras de jejum, mas é im­por­tan­te sa­ber li­dar com ela, uma vez que a sen­sa­ção ten­de a pas­sar por­que o or­ga­nis­mo ob­tém ener­gia da gor­du­ra es­to­ca­da. Nes­ses mo­men­tos, ten­te “se es­que­cer” da fo­me be­be­ri­can­do lí­qui­dos per­mi­ti­dos.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.