Câ­ma­ra re­jei­ta tes­tes obri­ga­tó­ri­os a quem che­gue a Lisboa

Pas­sa­gei­ros que en­trem em Lisboa por via aé­rea ou ma­rí­ti­ma não te­rão de se su­jei­tar a tes­tes de co­vid-19, de­ci­diu do exe­cu­ti­vo ca­ma­rá­rio.

Jornal de Negócios - - ECONOMIA - LU­SA

A Câ­ma­ra de Lisboa re­jei­tou ho­je uma mo­ção do CDS-PP que pe­dia a tes­ta­gem obri­ga­tó­ria pa­ra os pas­sa­gei­ros que che­guem a Portugal por fron­tei­ras aé­re­as ou ma­rí­ti­mas, no âm­bi­to da pan­de­mia da co­vid-19. O do­cu­men­to, apre­ci­a­do em reu­nião pri­va­da do exe­cu­ti­vo mu­ni­ci­pal, te­ve os vo­tos con­tra dos so­ci­a­lis­tas e do BE – que têm um acor­do de go­ver­na­ção da ci­da­de –, a abs­ten­ção do PCP e os vo­tos fa­vo­rá­veis do CDS-PP e PSD.

Os cen­tris­tas des­ta­cam na mo­ção que atu­al­men­te Portugal “é o se­gun­do país da União Eu­ro­peia mais Rei­no Uni­do a re­gis­tar o mai­or nú­me­ro de no­vos ca­sos de in­fe­ção por co­vid-19 por mi­lhão de ha­bi­tan­tes”, de­fen­den­do que “a me­di­ção de tem­pe­ra­tu­ra cor­po­ral” em vi­gor no ae­ro­por­to da ca­pi­tal “é uma me­di­da bá­si­ca que não per­mi­te iden­ti­fi­car ca­sos as­sin­to­má­ti­cos” e “apli­ca­da em qual­quer em­pre­sa, es­ta­be­le­ci­men­to co­mer­ci­al ou edi­fí­cio pú­bli­co”.

“Por ab­sur­do, po­de ad­mi­tir-se que os edi­fí­ci­os da Câ­ma­ra Mu­ni­ci­pal de Lisboa são tão seguros quan­to o Ae­ro­por­to de Lisboa: em am­bos os ca­sos, ape­nas é ve­ri­fi­ca­da a tem­pe­ra­tu­ra a quem che­ga”, lê-se no texto.

Na óti­ca do CDS-PP, o mai­or par­ti­do da opo­si­ção na au­tar­quia, são pre­ci­sas “me­di­das de pre­ven­ção mais ro­bus­tas nos ae­ro­por­tos e por­tos por­tu­gue­ses”, num mo­men­to em que a si­tu­a­ção do país é “par­ti­cu­lar­men­te pre­o­cu­pan­te na re­gião de Lisboa e Va­le do Te­jo” e em que há “ne­ces­si­da­de de se re­a­ti­va­rem se­to­res-cha­ve da eco­no­mia na­ci­o­nal, co­mo o tu­ris­mo, que re­pre­sen­ta cer­ca de 15% do PIB”.

Os cen­tris­tas pre­ten­di­am que os vi­a­jan­tes apre­sen­tas­sem um tes­te de des­pis­ta­gem da co­vid-19 com re­sul­ta­do ne­ga­ti­vo ob­ti­do no país de ori­gem nas 72 ho­ras an­te­ri­o­res à vi­a­gem ou que re­a­li­zas­sem o tes­te à che­ga­da a Portugal.

O país re­gis­ta ho­je mais 13 óbi­tos por co­vid-19, em re­la­ção a quar­ta-fei­ra, e mais 418 ca­sos de in­fe­ção con­fir­ma­dos, dos quais 328 na re­gião de Lisboa e Va­le do Te­jo, se­gun­do os da­dos da Di­re­ção- Ge­ral da Saú­de (DGS).

De acor­do com o bo­le­tim epi­de­mi­o­ló­gi­co diá­rio, o to­tal de óbi­tos por co­vid-19 des­de o iní­cio da pan­de­mia é ago­ra de 1.644 e o to­tal de ca­sos con­fir­ma­dos é de 45.277.

David Mar­tins

PS e Blo­co de Es­quer­da chum­ba­ram a pro­pos­ta do CDS.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.